Com declarações polêmicas, viúva e família de Gugu iniciam disputa à herança do apresentador

  • Por Jovem Pan
  • 20/12/2019 15h55 - Atualizado em 20/12/2019 15h56
Divulgação/RecordApresentador não deixou nada para mãe de seus três filhos, que agora vai entrar com ação judicial para ter a união estável reconhecida

Rose Di Matteo, viúva de Gugu Liberato, deu uma entrevista para a coluna da Mônica Bergamo nesta sexta-feira (20) que repercutiu negativamente com a família do apresentador.

Segundo a reportagem, a médica vai acionar a Justiça pedindo o reconhecimento de união estável com o apresentador, com quem se relacionou por quase duas décadas. Dessa forma, se ganhar a ação, Rose passará a ter direito à metade da herança de Gugu. Sem terem se casado oficialmente, hoje ela não tem direito a nada.

Em nota enviada à imprensa nesta tarde, assinada pela mãe do apresentador, Maria do Céu Liberato e os irmãos Amandio Liberato e Aparecida Liberato, eles afirmaram que “a entrevista pegou a todos de surpresa”, já que nenhum familiar sabia que Rose estava no Brasil.

“Para todos, ela estava em casa, ao lado dos filhos, oferecendo todo apoio necessário. O que causa extremo espanto à mãe e irmãos de Gugu, e é considerado o problema maior e inadmissível, é o fato dos três filhos terem ficado nos EUA sem a mãe ou qualquer parente”, diz o comunicado.

Assinado pelo próprio em 2011, o testamento de Gugu deixa 50% de todos os seus bens para os três filhos, João Sofia e Marina. Da segunda metade, Gugu também deixou 75% para os filhos e 25% para cinco sobrinhos.

A família do apresentador alega que iniciar uma disputa judicial sobre a herança coloca Rose contra os próprios filhos. “Nossa prioridade é o bem-estar e segurança dos filhos. (…) Neste momento de extrema dor isso é absurdo. Qualquer informação sobre a herança dos filhos, deveria ser discutida somente com eles. Trata-se de um assunto familiar e existe sigilo judicial visando a proteção dos menores. Não temos nada mais a declarar”, finaliza à nota.