Em entrevista ‘censurada’, Dado Dolabella teria justificado agressões a Luana Piovani; entenda

  • Por Jovem Pan
  • 28/01/2019 17h12 - Atualizado em 28/01/2019 17h12
Reprodução/ Instagram"O que o Dado fez com o 'Fofocalizando' e com o SBT é uma vergonha", disparou Leo Dias

A entrevista de Dado Dolabella que iria ao ar nesta segunda-feira (28) no programa “Fofocalizando” do SBT não poderá ser exibida. A informação foi revelada por Leo Dias, jornalista que faz parte da bancada da atração. De acordo com ele, a emissora recebeu uma notificação extrajudicial da advogada do ator impedindo a veiculação da gravação por ela conter “questões íntimas”. Em uma série de publicações polêmicas nas redes sociais, Dias se revoltou contra o que chamou de “censura” e contou que, na conversa, Dado disse “baboserias”, “fez a equipe de idiota” e ainda justificou o fato de ter agredido Luana Piovani.

“O que o Dado fez com o ‘Fofocalizando’ e com o SBT é uma vergonha. Liguei pra Luana pra comentar. Ela parecia não acreditar nas baboseiras que ele falou na entrevista (que nem foi ao ar). Dado fez toda uma equipe de idiotas. Depois reclama que nunca mais consegue lugar em nenhuma emissora de TV. Se a Justiça brasileira soubesse o que ele fala dela na entrevista… meu Deus! De que adianta ser vegano, pensar tanto nos animais, se não tem a menor consideração pelo ser humano”, escreveu.

“Acreditem, ele até justifica o fato de ter batido na Luana! Como se alguma razão justificasse agredir uma mulher! Que país é esse? Do que adianta não comer carne se justifica bater em mulher?”, questionou em seguida.

Dias afirmou ainda que “tem plena consciência” de que tudo que escreveu “pode ter consequências” para ele no SBT e ressaltou que “nunca aceitará censura” e “sempre defenderá as mulheres”. “Cadê as feministas para defenderem Luana? O que ele falou é inaceitável (…). Antes de ser demitido por falar demais, eu confio e acredito no nosso departamento jurídico. Essa entrevista tem que ir ao ar. Pelo bem das mulheres desse país. Para que nenhuma delas passe pelo que a Luana passou”, finalizou.

Dado Dolabella ainda não se pronunciou sobre o caso.