Kevin Spacey é inocentado em caso de assédio sexual após morte de vítima

Ator ainda enfrenta pelo menos outras três acusações de assédio sexual

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2019 09h53
Divulgação/NetflixAtor foi demitido de "House of Cards", série da Netflix, quando as investigações começaram

Kevin Spacey foi inocentado nesta semana do caso de assédio sexual após o homem que o acusava morrer em setembro, informou o portal TMZ.

O homem, que trabalhava como massagista e não teve sua identidade revelada durante o processo, teve a morte divulgada por seu advogado. O representante disse apenas que seu cliente “morreu recentemente”, sem dar detalhes sobre a causa da morte.

Por conta disso, a promotoria de Los Angeles rejeitou o caso contra Spacey alegando que sem a vítima não era possível comprovar a veracidade dos fatos relatados. De acordo com o TMZ, fontes próximas do homem disseram que ele morreu de causas naturais.

A denúncia foi feita em 2018, quando o massagista alegou que Kevin Spacey o forçou a tocar em suas partes íntimas em duas ocasiões durante uma sessão de massagem. O caso teria acontecido em 2016, na residência do ator, em Malibu (EUA).

Kevin Spacey, que recentemente foi visto tocando “La Bamba” na Espanha, ainda enfrenta pelo menos outras três acusações de assédio sexual – todas movidas por homens em casos que teriam acontecido entre os anos de 1996 e 2013.

Em julho, outra vítima retirou a acusação contra o ex-protagonista de “House of Cards”.