Quem era ‘Bunitinho’, torcedor roxo do Flamengo que morreu em ação da polícia no RJ

Comediante de 36 anos está entre as vítimas de ação realizada pelo Bope nesta quinta-feira (5)

  • Por Jovem Pan
  • 05/12/2019 16h07 - Atualizado em 05/12/2019 16h10
Reprodução/Instagram'Bunitinho' era conhecido pelos memes entre os torcedores do Flamengo

O humorista Diego de Farias Pinto, de 36 anos, conhecido como “Bunitinho”, morreu nesta quinta-feira (5) após uma operação policial do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar (PM). Outras três pessoas também morreram na ação e um homem ficou ferido.

Torcedor roxo do Flamengo, “Bunitinho” ficou famoso na web após viralizar com memes, figurinhas e vídeos nas redes sociais. No Instagram, “Bunitinho” era seguido por mais de 400 mil pessoas e, no YouTube, ele acumulava quase 100 mil inscritos.

Entre seus sucessos, estão os vídeos “Sextou” e “Bunitinho”, frequentemente compartilhado por torcedores do Flamengo. Em abril, ele conheceu e gravou um vídeo ao lado do jogador Rodinei. O sucesso na internet fez com que o humorista participasse de programas de televisão e de rádio.

Segundo o jornal Extra, “Bunitinho” era conhecido no meio artístico por fazer participações em eventos e parcerias com empresas. Os cantores Nego do Borel e Tati Quebra Barraco estão entre os famosos que prestaram homenagens ao humorista nesta quinta.

O fuzileiro naval Júlio César dos Santos, de 46 anos, era amigo e vizinho de uma das vítimas e conhecia “Bunitinho”. “[Ele] tinha um probleminha mental, trabalhava com os motoristas de vans de Santa Margarida e costumava gravar vídeos. As postagens estouraram nas redes sociais e os convites começaram a surgir”, disse ao Extra.

Ação do Bope

Segundo informações da PM, o Setor de Inteligência da corporação recebeu na madrugada desta quinta-feira a informação de que haveria uma reunião de líderes de organizações criminosas de várias comunidades.

O Bope foi, então, acionado para verificar a informação e efetuar as prisões. Ainda de acordo com a PM, ao chegar à favela, os policiais confrontaram criminosos.

De acordo com o Extra, “Bunitinho” estaria participando de uma festa em comemoração ao aniversário de Marco Vinícius dos Santos, o Chapola, chefe do tráfico na região.

Nas redes sociais, seguidores lamentaram a morte do comediante. O governador do Estado do Rio, Wilson Witzel, afirmou por meio do Twitter que “bandidos dispararam seus fuzis contra a polícia no Morro do Dendê, uma comunidade ainda tomada por narcoterroristas.”