Filha de Fernanda Young relembra mãe em texto emocionante: ‘Tenho chorado bastante’

Estela May, de 19 anos, relembrou momentos da infância com a mãe

  • Por Jovem Pan
  • 12/09/2019 09h21
Reprodução/InstagramEscritora morreu aos 49 anos no dia 25 de agosto

Estela May, uma das filhas gêmeas de Fernanda Young, postou um emocionante texto relembrando da mãe na madrugada desta quinta-feira (12).

A jovem de 19 anos disse que nos últimos dias tem chorado bastante. A escritora, roteirista, atriz e apresentadora Fernanda Young morreu, aos 49 anos, no último dia 25, após uma parada respiratória decorrente de crise asmática.

“Você acreditava piamente que meus olhos eram azuis – são verdes. era a única que ficava desse lado da discussão. os seus eram lindos – olhos cor da baía de guanabara – como você proclamava naqueles seus monólogos poéticos de vez em quando. cê dizia que tomou um susto quando me viu da primeira vez, minisculíssima, porque nasci ruiva de olho claro. que eu te olhei com um olhar de ‘ah não, de novo não'”, escreveu Estela.

Ela ainda relembrou alguns momentos da infância com a mãe. “(…) Lembro que eu gostava quando você aparecia de cabeça raspada, tão tão linda. gosto de lembrar da sua risada e sorriso e o fato de TODOS os óculos escuros do mundo ficarem bons em você. impressionante. chorar limpa, cê sempre me disse. tenho chorado bastante e quando choro meus olhos ficam azuis.”

Leia o texto na íntegra:

View this post on Instagram

você acreditava piamente que meus olhos eram azuis – são verdes. era a única que ficava desse lado da discussão. os seus eram lindos – olhos cor da baía de guanabara – como você proclamava naqueles seus monólogos poéticos de vez em quando. cê dizia que tomou um susto quando me viu da primeira vez, minisculíssima, porque nasci ruiva de olho claro. que eu te olhei com um olhar de “ah não, de novo não”. o bebê johnson verdadeiro, mas que miava que nem um gato sendo esfaqueado e era tão emburrado que chegava a ser grosseiro. dizia que eu só fui gostar de você com 5 e poucos anos, e a gente ria daquela história de quando, no beach park, você se atrasou 2 segundos pra me pegar do tobogã e eu te dei um baita tabefe no rosto. o momento mais badass da minha vida, acho. cê sempre disse que eu nasci com 100 anos, a alma mais velha que cê conheceu. sempre admiti meus 119 mas ultimamente tenho me sentido com 11. 13, na verdade, porque de vez em quando penso em garotos. lembro que eu gostava quando você aparecia de cabeça raspada, tão tão linda. gosto de lembrar da sua risada e sorriso e o fato de TODOS os óculos escuros do mundo ficarem bons em você. impressionante. chorar limpa, cê sempre me disse. tenho chorado bastante e quando choro meus olhos ficam azuis

A post shared by Estela May (@e.mym) on