Tiago Leifert expõe detalhes do que o motivou a deixar a Globo: ‘Estava alucinado’

Apresentador explicou por que não conseguiu desfrutar do sucesso que fez à frente do ‘BBB’ e contou que sua intuição dizia que ele não deveria ter assumido o ‘The Voice’

  • Por Jovem Pan
  • 11/05/2022 09h10
Reprodução/YouTube/Desimpedidos Tiago Leifert Tiago Leifert voltou a falar sobre sua saída da Globo

O apresentador Tiago Leifert voltou a falar sobre sua saída da Globo e deu detalhes do que o motivou a deixar o comando do “BBB”. Em entrevista ao podcast “Fala, Brasólho!”, o jornalista contou que desde que ganhou espaço na emissora carioca, quando ainda era do jornalismo esportivo, ele se sentia pressionado a provar que daria conta do recado. “Eu não desfrutei, estava [sempre] tão alucinado. O ‘Globo Esporte’ foi uma pressão tão grande de performance minha para dar certo e dar audiência. Quando eu fui para o ‘The Voice’, foi a mesma coisa, falaram que não ia dar certo, que não sei nada de música, mas fui lá e deu certo. Depois fui para o ‘Big Brother’, lembro que fui recebido a pedradas. Eu não desfrutei, estava sempre tão preocupado em performar que não desfrutei”, explicou Tiago. 

No comando do maior reality show do país, o apresentador comandou duas edições históricas no programa que está no ar há 22 anos: o “BBB 20” e o “BBB 21”. “Não posso ser ingrato com a vida de falar: ‘Desce mais uma temporada histórica que eu mereço’. Não mereço. Fiz meu trabalho, ganhei duas [grandes edições] de presente. Tem uma hora que você tem que parar, eu ganhei. Onde mais eu poderia ir? Que morro eu poderia escalar? Eu falei isso para os meus chefes lá na Globo”, revelou. 

Tiago contou que se pressionava tanto que estava sempre preocupado com o que estava por vir e não conseguia celebrar as pequenas conquistas, como o paredão do “BBB 20” que bateu recorde por ter mais de 1 bilhão de votos. “Falei: ‘Chega, vou curtir minha família, vou para casa, tenho um dinheirinho guardado. Se aparecer algo legal, eu vou, se não aparecer, eu não vou’. Tomei uma rasteira da vida? Tomei. Fui na Ana Maria [Braga, no ‘Mais Você’] e 20 dias depois minha filha foi diagnosticada [com câncer]. Por intuição, eu falava para minha mulher: ‘Eu não deveria ter feito o ‘The Voice’. Tem alguma coisa me dizendo que eu não deveria fazer’.” O jornalista deixou o reality musical ao saber da doença da filha e a temporada assumida por André Marques.