Advogados de Kesha dizem que suposta tortura de Dr. Luke “a trouxe perto da morte”

  • Por Jovem Pan
  • 16/10/2014 16h16
Reprodução/Instagram

Kesha sacudiu o mundo da música na última terça-feira (14) ao registrar processo contra o famoso produtor Dr. Luke, em que alega assédio sexual e psicológico. Nesta quinta-feira (16), os advogados da popstar afirmaram que ela quer ver o acusado fora de sua vida.

“Apenas após extensa terapia ela finalmente chegou ao ponto em que está forte o suficiente para removê-lo dela”, falou o seu representante Mark Geragos à Billboard.

De acordo com ele, a cantora de 27 anos teria sofrido abuso por anos, mas somente agora ela reuniu forças para procurar justiça. O sofrimento a trouxe perto da morte, ele acrescentou, descrevendo Dr. Luke como um predador.

“O que você tem que entender é que ele pensa que, como tem mais dinheiro do que sabe o que fazer com ele, pode pegar esses jovens e impressionáveis artistas e destruí-los”, completou.

Os representantes do acusado responderam em comunicado, via a advogada Christine Lepera, que o processo de Kesha “nada mais é do que uma continuação de seus atos ruins e ofensivos”. Eles contra-atacaram a cantora, sua mãe e sua equipe com processos.