R. Kelly perde a linha em entrevista: ‘Vocês estão tentando me matar’

  • Por Jovem Pan
  • 06/03/2019 13h19
Reprodução/CBSR. Kelly concedeu uma entrevista à rede americana CBS nesta terça-feira (5)

No meio do furacão, R. Kelly concedeu uma entrevista de mais de uma hora à rede americana CBS. Alguns trechos da conversa foram exibidos nesta quarta-feira (6) e um deles mostra o cantor perdendo a linha com uma das perguntas. Ele afirmou que as acusações de abuso sexual que o levaram à cadeia no mês passado têm o único objetivo de destruir sua vida.

“Parem! Parem de brincar. Eu não fiz isso”, disse o músico. Ele então se levantou e começou a chorar. “Isso não sou eu. Estou lutando pela minha vida aqui. Vocês estão tentando me matar com essa porcaria. Trinta anos de carreira e vocês estão tentando me matar? Não é sobre música. Eu estou tentando ter uma relação com meus filhos. E eu não consigo. Vocês não querem acreditar na verdade”, afirmou.

R. Kelly foi acusado de 10 casos de abuso sexual por quatro mulheres, sendo que três delas tinham entre 13 e 16 anos na época dos supostos crimes. O cantor foi preso e teve fiança estipulada em US$ 1 milhão (R$ 3,7 milhões), mas saiu da detenção após pagar 10% do valor.

As acusações contra o músico se intensificaram com o documentário “Surviving R. Kelly”, que mostrou depoimentos de supostas vítimas dele. “Se você assistir ao documentário, todo mundo diz algo ruim sobre mim. Ninguém disse nada bom. Elas estavam descrevendo Lucifer. Eu não sou Lucifer. Sou um homem. Eu cometo erros, mas não sou um demônio, e de jeito nenhum sou um monstro”, disse.

Ainda na entrevista, o cantor disse que seu erro foi ter um coração grande. “Eu preciso de ajuda para não ter um coração grande. Porque meu coração é muito grande, as pessoas me traem e eu sempre desculpo”, afirmou.

R. Kelly será ouvido pela Justiça de Chicago no dia 23 de março. Assista abaixo a um trecho da entrevista, em inglês: