Barbie Ferreira tem cenas cortadas de ‘Euphoria’ e é comparada à Camila Queiroz; entenda

Atriz teria se desentendido com o diretor Sam Levinson e deixado o set de filmagens mais de uma vez

  • Por Jovem Pan
  • 18/02/2022 15h55
Divulgação/HBO Max Barbie Ferreira em Euphoria Barbie Ferreira interpreta Kat Hernandez em 'Euphoria'

A atriz Barbie Ferreira, que interpreta Kat Hernandez na série Euphoria”, da HBO Max, foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter nesta sexta-feira, 18, e está sendo comparada à atriz Camila Queiroz. Isso porque, segundo divulgado pelo The Daily Beast, a artista apareceu menos na segunda temporada da série porque brigou com o diretor Sam Levinson por não concordar com alguns elementos de direção envolvendo sua personagem. Barbie, inclusive, teria “saído do set de filmagem” em ao menos duas ocasiões e, com isso, Sam decidiu reduzir o tempo em que ela aparece em cena. Uma das personagens favoritas do público, Kat se tornou um símbolo ao viver uma jornada de aceitação do corpo na primeira temporada, mas no retorno de “Euphoria” teve uma participação modesta, algo que não passou despercebido pelos fãs e deixou muitos deles decepcionados. 

Em uma recente entrevista ao The Cut, Barbie apenas desconversou: “A jornada de Kat nesta temporada é um pouco mais interna e um pouco misteriosa para o público. Ela está secretamente passando por muitas crises existenciais. Ela perde um pouco a cabeça assim como todos os outros [personagens] nesta temporada”. A HBO, que também não estaria totalmente satisfeita com a direção de Sam na segunda temporada, não quis comentar sobre o assunto. Nas redes sociais, Barbie está sendo chamada de “Camila Queiroz dos Estados Unidos” porque a atriz brasileira não concluiu as gravações de “Verdades Secretas 2” por não chegar a um acordo contratual com a Globo. Na ocasião, a emissora divulgou que a atriz quis “determinar o desfecho da personagem Angel” e exigir “demandas contratuais inaceitáveis”. Camila se defendeu das acusações e afirmou que falou ao autor Walcy Carrasco que aceitaria o destino da personagem independente de qual fosse.