Jesse Williams diz que vazamento de nu frontal em peça impactou na venda de ingressos

Imagens e vídeos do ator nu no espetáculo da Broadway ‘Take Me Out’ viralizaram nas redes sociais

  • Por Jovem Pan
  • 09/06/2022 12h26 - Atualizado em 09/06/2022 12h35
Divulgação/Joan Marcus/Reprodução/Twitter/Ma_Malebolger Jesse Williams Vídeos de Jesse Williams nu fez vendas de ingressos de 'Take Me Out' subirem

O ator Jesse Williams, conhecido por viver o médico Jackson Avery na série “Grey’s Anatomy”, falou como o vazamento do vídeo em aparece totalmente pelado no espetáculo da Broadway “Take Me Out” impactou na venda de ingressos. No espetáculo, o artista interpreta um famoso jogador de beisebol que se assume gay e protagoniza cenas de nu frontal. Antes de começar a peça, os celulares dos espectadores são lacrados em uma espécie de estojo e todos são informados que é estritamente proibido gravar o espetáculo. “Ainda estou processando como me sinto sobre isso”, declarou o ator em entrevista ao The Hollywood Reporter. Jesse disse que ainda tenta rir da situação, mas é difícil ignorar que a pessoa que fez e vazou o vídeo sabia da proibição de gravar os atores em cena. “[O palco] é um espaço privado e sagrado e isso foi violado, a pessoa não apenas violou, como disse: ‘Foda-se, vou jogar na internet para o mundo’. Isso não é bom. Mas eu tenho um show para fazer e as pessoas vêm de várias partes do mundo para assistir.”

Jesse disse que decidiu colocar na cabeça que isso “não é o fim do mundo” para seguir em frente. “Tenho que fazer um show incrível oito vezes esta semana e eu não posso deixar isso perverter ou se infiltrar nessa experiência. Não sou eu no palco, é o personagem e quando estou olhando para meu parceiro de cena, estamos em um mundo diferente”, comentou. “É lamentável, mas tanto faz. Não afetou o meu desempenho, mas certamente melhorou a venda de ingressos.” A peça “Take Me Out” é a primeira experiência do ator no teatro. A primeira vez que recebeu o convite para participar do projeto, ele negou. “Foi um pouco assustador. Eu teria que largar meu emprego [em ‘Grey’s Anatomy’] para experimentar essa coisa amorfa e misteriosa. E a manchete principal era: ‘Você quer ficar nu na Broadway nesta peça de beisebol gay?’. E eu fiquei tipo: ‘Acho que não estou pronto para isso’. Eu queria estabilidade e a oferta me parecia muito intimidante. Mas, em 2019, quando fui novamente convidado, tive uma nova perspectiva. Acho que eu estava um pouco mais maduro emocionalmente. A história me emocionou. E o papel era aterrorizante e eu sabia que era isso que eu precisava”, concluiu.