Oscar 2020: Billie Eilish e 40 mil cristais serão estratégias para segurar audiência

  • Por Jovem Pan
  • 08/02/2020 17h45
Reprodução/InstagramCantora fará apresentação especial na cerimônia deste domingo

De novo sem único apresentador ou única apresentadora, a entrega do Oscar acontecerá neste domingo (10) sob forte emoção, devido as mortes recentes de Kirk Douglas e Kobe Bryant, que deverão ser homenageados, e também marcada pela presença musical.

Além da aguardada distribuição das estatuetas para os melhores da temporada, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pela premiação, tem como objetivo seguir melhorando a audiência da cerimônia, em meio a perda de prestígio de outros eventos similares.

As apresentações musicais são um dos trunfos, com as cinco indicadas à melhor canção e seus autores, no caso, Elton John, Cynthia Erivo, Idina Menzel, Randy Newman e Janelle Monáe, além de Billie Eilish, que será atração, depois de ter sido a sensação da mais recente edição do Grammy.

Depois de fazer história ao vencer as quatro principais categorias da premiação musical, a jovem de 18 anos se apresentará pela primeira vez no Oscar. O que cantará ainda é guardado sob sigilo, mas muitos apostam que será durante o “in memoriam”, momento em que os falecidos dos últimos 12 meses são recordados.

Um dos momentos mais especiais será a homenagem a Kirk Douglas, que morreu quatro dias antes da cerimônia, aos 103 anos. O último remanescente da Era de Ouro do cinema americano recebeu a única estatueta da carreira em 1996, pelo conjunto da obra, após três indicações como melhor ator.

Outro vencedor do Oscar que faleceu recentemente foi o ex-jogador de basquete Kobe Bryant. Em 2018, o ídolo do Los Angeles Lakers, que foi vítima, junto com a filha e mais sete pessoas, de um acidente de helicóptero, ganhou a estatueta de melhor curta-metragem de animação por “Dear Basketball”, em que foi roteirista e narrador.

40 mil cristais

O cenário da cerimônia foi desenhado por Jason Sherwood, responsável por criar a identidade visual de espetáculos de estrelas como Sam Smith e The Spice Girls. O artista foi contratado pela Academia para renovar o espírito do Oscar e deixá-lo mais pop.

Com 40 mil cristais de Swaroski, uma espiral central giratória e um design envolvendo, segundo descreveu o próprio responsável pelo cenário à revista “Architectural Digest”, serão algumas as atrações que poderão ser vistas no Dolby Theatre, em Los Angeles.

Do lado de fora, na Calçada da Fama, será estendido o tapete vermelho, de cerca de 300 metros, que será tomado pelas celebridades, jornalistas e cerca de 700 sortudos, que poderão acompanhar o pré-show bem de perto.

*Com Agência EFE