Brasil reage a “bronca”, bate Japão e vence a segunda no Grand Prix

  • Por Agência Estado
  • 10/06/2016 16h11
RJ - GP DE VÔLEI/BRASIL X JAPÃO - ESPORTES - Natália (12) e Thaísa (6), do Brasil, em lance contra a equipe do Japão, durante partida válida pela primeira etapa do Grand Prix de Vôlei feminino, realizado na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira. 10/06/2016 - Foto: GLAUCON FERNANDES/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDO GLAUCON FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO Seleção feminina de vôlei vence o Japão

Após a vitória por 3 a 1 sobre a Itália, quinta-feira, na estreia pelo Grand Prix, o técnico José Roberto Guimarães reclamou que faltou atitude para a seleção brasileira feminina de vôlei. Nesta sexta, as jogadoras demonstraram ter entendido a “bronca” e conseguiram um bom triunfo sobre o Japão. Novamente na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra, elas venceram por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/23 e 25/15. Thaisa, com 19 pontos, sobrou na partida. 

Nesta primeira semana do Gran Prix, o Brasil ainda faz mais uma partida na Arena Carioca 1, contra a Sérvia, no domingo de manhã Assim como Itália e Japão, a seleção sérvia também estará na Olimpíada do Rio.

Zé Roberto escalou o time com Dani Lins, Sheilla, Fernanda Garay, Natália, Thaisa, Juciely e Camila Brait, deixando Fabiana, titular absoluta, no banco de reservas. Jaqueline não foi nem relacionada. Com a base do time que estará no Rio-2016, o Brasil logo pulou na frente do placar no primeiro set. Na primeira parada técnica, o jogo já estava 8 a 5.

Com Gabi no lugar de Jucely, a seleção brasileira chegou a abrir 21 a 13, mas viu a diferença cair para apenas quatro, em 21 a 17 Aí, Thaisa resolveu. Com três pontos seguidos, garantiu a vitória no set. No total, ela fez oito pontos no primeiro set.

A central estava em noite inspirada e abriu o segundo set com um ace. Novamente o Brasil abriu, chegando 8 a 5 na primeira parada O Japão não só encostou, como virou a partida, abrindo 16 a 13. Foi com o bloqueio de Thaisa que o Brasil empatou o jogo em 16 a 16. A vitória, por apertados 25 a 23, foi alcançada com mais um ataque pelo meio de rede, dessa vez de Jucely.

Só o terceiro set foi bem mais tranquilo e Zé Roberto pôde observar Adenízia e Mari Paraíba. Tandara e Roberta foram utilizadas nas inversões. Fê Garay fez 11 pontos, com nove para Natália e Juciely.