Favoritos no grupo G, Suécia e Rússia duelam pelas Eliminatórias da Euro 2016

  • Por Agencia EFE
  • 08/10/2014 17h13

Copenhague/Moscou, 8 out (EFE).- Principais favoritos do grupo G das Eliminatórias para a Eurocopa de 2016, Suécia e Rússia se enfrentarão nesta quinta-feira na Friends Arena, em Solna, com os anfitriões fazendo mistério sobre a presença de Zlatan Ibrahimovic e os visitantes buscando manter 100% de aproveitamento.

O camisa 10 da seleção nórdica é dúvida para o jogo por seguir em tratamento de lesão no calcanhar esquerdo, que já o tirou de jogos importantes pelo Paris Saint-Germain, como na vitória sobre o Barcelona por 3 a 2, pela Liga dos Campeões da Europa.

O técnico sueco Erik Hamren admitiu que espera poder contar com o goleador, mas já adiantou que não irá permitir que o jogador seja submetido a infiltrações para aliviar as dores. A decisão sobre a escalação de Ibra, segundo o comandante, será tomada instantes antes de bola rolar.

Na partida de estreia nas Eliminatórias, em que a Suécia empatou com a Áustria, fora de casa, em 1 a 1, Ibrahimovic foi titular. Conforme a escalação daquele jogo, em que o turco naturalizado Erkan Zengin balançou as redes, é possível imaginar que um centroavante substitua o titular absoluto.

Com isso, os outros dois centroavantes convocados por Hamren para o jogo, Johan Elmander e Ola Toivonen, brigam para atuar no lugar de Ibra. Outro desfalque do técnico é o zagueiro Per Nilsson, do Copenhague, que sequer foi convocado. Já o meia Alexander Kacaniklic voltou a ser relacionado e é opção para o jogo.

A Rússia, por sua vez, tentará manter o embalo, depois de golear Liechtenstein por 4 a 0 na rodada de abertura. Os comandados de Fabio Capello dividem a ponta do grupo G com Montenegro, que bateu a Moldávia, em casa, por 2 a 0.

Como na próxima rodada a equipe da ex-república iugoslava visitará Liechtenstein, é pouco provável que se os russos vencerem, liderem sozinhos a chave.

Para o jogo contra os suecos, considerados os adversários mais complicados, a federação russa “deu uma mãozinha” para o treinador da seleção, já que no fim de semana passado não houve rodada do campeonato nacional, garantindo mais tempo de treino.

Para o jogo, o técnico italiano também tem dúvidas para definir a escalação. O lateral-esquerdo Georgi Shchennikov, que se recuperou de lesão, foi convocado, mas não é presença certa entre os titulares.

Outra dúvida está no setor ofensivo, em que Artyom Dzyuba e Aleksandr Kerzhakov disputam uma vaga. O segundo, mais experiente, é o favorito para estar no 11 inicial, apesar dos apelos de torcedores e jornalistas esportivos do país.

Suecos e russos duelarão às 15h45 (horário de Brasília), em jogo que acontece simultaneamente aos duelos entre Liechtenstein e Montenegro, e Moldávia e Áustria.

None

Prováveis escalações.

Suécia: Isaksson; Lustig, Granqvist, Antonsson e Martin Olsson; Ekdal, Källstrom e Larsson; Durmaz, Zengin e Ibrahimovic (ou Elmander). Técnico: Erik Hamren.

Rússia: Akinfeev; Smolnikov, Ignashevich, Vasily Berezutsky, e Kombarov; Samedov, Glushakov, Shatov e Fayzulin; Kokorin e Kerzhakov. Técnico: Fabio Capello.

Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália), auxiliado pelos compatriotas Renato Faverani e Andrea Stefani.

Estádio: Friends Arena, em Solna (Suécia). EFE