Cidade da abertura da Copa de 1994, Chicago está fora do Mundial de 2026

Prefeitura da cidade se manifesta contra ‘cheque em branco’ para gastos com o mega evento

  • Por Jovem Pan
  • 06/07/2020 18h31
Chicago Fire FC/DivulgaçãoSoldier Field é a casa do Chicago Fire, da MLS

A cidade de Chicago, palco do jogo de abertura da Copa do Mundo de 1994, não sediará nenhuma das partidas do Mundial de 2026, que será sediado por três países em conjunto – Estados Unidos, Canadá e México.

Diretor-chefe dos torneios e eventos da Fifa, Colin Smith garantiu nesta segunda-feira que a cidade não constará na lista de sedes, que ainda não foi fechada. A decisão não surpreendeu. Na semana passada, o prefeito da cidade, Rahm Emanuel, se manifestou contra a entidade internacional. “Querem um cheque em branco dos contribuintes, os disse que isso não iremos dar”.

O Estádio Soldier Field, em Chicago, recebeu cinco partidas da competição, entre elas a de abertura, quando a Alemanha bateu a Bolívia por 1 a 0.

Atrasos causados pela pandemia

O calendário do evento também foi afetado pela covid-19. Segundo Dan Flynn, integrante do Comitê Organizador do Mundial, admitiu que não há uma data para a divulgação das cidades-sede. O que já se sabe, porém, é que a final deve acontecer em solo norte-americano, em um estádio para no mínimo 80 mil pessoas.

* Com EFE