Como Roger Guedes estava jogando na China antes da pandemia de Covid-19

  • Por Pedro Sciola
  • 15/04/2020 13h07 - Atualizado em 15/04/2020 13h09
Reprodução/InstagramRoger Guedes comemora gol com a camisa do Shandong Luneng

O nome de Roger Guedes, do Shandong Luneng, ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter na última terça-feira (14). Depois de ser sondado por Atlético-MG e Corinthians, o atacante passou a entrar na mira do São Paulo, de acordo com a “TV Bandeirantes”. Mas como o jogador estava atuando na China antes da pandemia do novo coronavírus?

O Campeonato Chinês 2020 ainda não começou por causa da Covid-19. Assim, a última partida de Roger Guedes aconteceu no final do ano passado, na derrota para o Shangai Shenhua, na final da Copa da China.

Contratado junto ao Palmeiras na metade de 2018, Guedes contabiliza 36 partidas com a camisa do Shandong Luneng, com 15 gols e 8 assistências neste período.

Na última Superliga, o brasileiro foi o vice-artilheiro do Shandong, o quinto colocado na classificação geral. Em seu time, Roger Guedes marcou 12 vezes e ficou atrás apenas do seu companheiro italiano Graziano Pellè, que balançou as redes em 17 oportunidades.

Na equipe chinesa, Roger Guedes tem total liberdade para se movimentar no ataque, sem ficar preso em uma ponta. Além de dar mais dinamismo no setor ofensivo, ele também costuma recuar para participar na criação. Veja no mapa de calor do atleta abaixo.

O mapa aponta os locais em que Roger Guedes tocou na bola na vitória do Shandong Luneng sobre o Tianjin Teda, na penúltima rodada do Campeonato Chinês, no ano passado.

Peça-chave no 4-4-2 do treinador Li Xiaopeng, o atleta de 23 anos segue demonstrando a velocidade e o drible como principais recursos. Além disso, o catarinense gosta de entrar na área para tentar concluir as jogadas (assista ao vídeo abaixo).

PROIBIDO DE ENTRAR NA CHINA

Os rumores sobre o possível retorno de Roger Guedes acontecem quando o atacante está proibido de entrar na China por causa da pandemia do novo coronavírus.

Apesar disso, Guedes tem contrato com o Shandong Luneng até o final de julho de 2022 e tem o valor estimado em 9 milhões de euros (cerca de R$ 51 milhões), cifra considerada alta, principalmente neste momento de crise dos clubes brasileiros.

O São Paulo, que precisará de alguém após a saída de Antony, já havia manifestado interesse em Guedes em fevereiro. Os valores do jogador (incluindo salário) assustaram o Tricolor, que desistiu do negócio.

Ao mesmo tempo, o Corinthians também considera o preço de Roger Guedes fora da realidade do clube. A declaração foi dada por Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do Timão, na última terça-feira.

Já o Atlético-MG segue manifestando interesse em repatriar o atleta. Jorge Samapoli, novo treinador do Galo, gosta das características do atacante.

Revelado pelo Criciúma, Roger Guedes despontou nacionalmente no Palmeiras entre 2016 e 2017. Após problemas internos, ele foi emprestado ao Atlético-MG e mostrou bom futebol por seis meses até ser vendido para o Shandong Luneng.