Diretor do Corinthians fala sobre interesse em Keno, Roger Guedes e Cazares

  • Por Jovem Pan
  • 14/04/2020 11h55
Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansDuílio Monteiro Alves é o diretor de futebol do Corinthians

Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do Corinthians, admitiu que possui o interesse em reforçar o ataque da equipe. O mandatário, no entanto, vê nomes como Roger Guedes e Keno, cogitados pelo Timão na última janela de transferências, distantes neste momento.

“São dois jogadores excelentes, que eu gosto muito. Eles ajudariam demais, mas um está na China, enquanto outro, na Arábia. São valores fora da nossa realidade”, disse o dirigente, em entrevista ao “Yahoo!”, nesta terça-feira (14).

Em janeiro de 2020, Duílio chegou a afirmar que sondou Edinson Cavani, atacante do Paris Saint-Germain que tem contrato somente até junho. Apesar de não considerar o negócio neste momento, ele reiterou que é preciso “pensar grande”.

“Deu uma repercussão muito grande e me fizeram várias críticas. Mas temos que pensar grande. Não fosse assim e não teríamos contratado o Ronaldo, o Roberto Carlos…”, declarou.

O dirigente também falou sobre a possibilidade de adquirir Cazares, do Atlético-MG, antigo desejo do clube do Parque São Jorge.

“O (Fábio) Carille gostava muito do Cazares e chegamos a ficar perto de contratá-lo. Mas foi lá atrás e agora não tem mais nada”, comentou.

De acordo com o diretor corintiano, o empecilho nas negociações está nos valores. O Timão não cogita pagar altos salários para novos reforços.

“O Corinthians tem os pés no chão e não vai pagar R$ 1 milhão, R$ 1,5 milhão por mês para jogador, como vários clubes têm feito. A gente não admite e nem vai fazer. E a gente entende que é possível competir com o time que temos”, cravou Duílio.

“É um absurdo pagar esse tipo de salário, de até R$ 2 milhões em alguns casos, no Brasil. Acho que os jogadores são os artistas, mas o Corinthians não vai fazer com as receitas que se tem”, completou.

Antes da paralisação devido à pandemia do novo coronavírus, o Corinthians estava na terceira posição do Grupo D do Campeonato Paulista, com chances remotas de avançar para as quartas de final. Além disso, a equipe alvinegra caiu na segunda fase da Libertadores, diante do Guaraní do Paraguai.