Conmebol adia partida entre Internacional e Boca Juniors após morte de Maradona

A partida entre o Colorado e o time argentino, válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores, estava marcada para esta quarta-feira, 25, no Beira-Rio

  • Por Jovem Pan
  • 25/11/2020 16h07 - Atualizado em 25/11/2020 16h18
Reprodução/Boca JuniorsDiego Armando Maradona marcou época no Boca Juniors

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) adiou a partida entre Internacional e Boca Juniors, válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América e que estava marcada para esta quarta-feira, 25, devido à morte de Diego Armando Maradona, um dos maiores do clube argentino. Desta forma, o jogo de idá será realizado apenas no dia 2 de dezembro, no Beira-Rio, enquanto a volta será agendada para o dia 9 de dezembro, na Bombonera, em Buenos Aires.

Maior ídolo da história da Argentina e do Boca Juniors, Diego Armando Maradona morreu após sofrer uma parada cardiorrespiratória, na cidade de Tigres, na Argentina. Desta forma, a diretoria do clube “xeneize”, que estava em um hotel em Porto Alegre, solicitou o adiamento do confronto. De acordo com o diário “Olé” e outros veículos de imprensa argentinos, o pedido foi prontamente atendido pela entidade máxima do futebol da América do Sul.

Ícone na Argentina, Maradona era torcedor do Boca Juniors e, ao longo de sua carreira, possuiu duas passagens pelo clube da capital argentina. Além disso, “El Pibe”, como ficou conhecido, tinha forte relação com o técnico do Boca, Miguel Ángel Russo, com quem foi companheiro de seleção argentina nos anos 1970 e 80. Além disso, “El Diós” também treinou Carlos Tévez, um dos destaques do time atual grupo.