Copa América: Bolívia tem três jogadores e um membro da comissão com Covid-19

Assim, a Conmebol vê a segunda seleção sofrer um surto de Covid-19 antes da estreia do torneio, marcado para começar neste domingo, 13, com a partida entre Brasil e Venezuela

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2021 15h31 - Atualizado em 13/06/2021 15h32
Reprodução/Twitter/@laverde_fbfTrês jogadores e um membro da comissão da Bolívia testaram positivo para Covid-19

A Federação Boliviana de Futebol (FBF) informou neste domingo, 13, que três jogadores e um membro da comissão técnica testaram positivo para o novo coronavírus nos exames realizados na noite de ontem, em Goiânia, onde a seleção enfrentará o Paraguai, na segunda-feira, 14, antes da estreia da Copa América. Em comunicado, a entidade informou que todos os contaminados estão bem e foram isolados em quartos individuais na capital de Goiás. “A federação informa que após testes de RT-PCR realizados na Delegação Boliviana que se encontra no Brasil foram detectados três casos positivos em jogadores e um do corpo técnico. Atualmente, eles se encontram em bom estado de saúde e isolados do grupo”, diz um trecho da nota.

Assim, a Conmebol vê a segunda seleção sofrer um surto de Covid-19 antes da estreia do torneio. A Venezuela, que inicia sua campanha diante do Brasil, neste domingo, registrou 13 infectados e precisou chamar 15 atletas de supetão. Inicialmente marcada para acontecer na Colômbia e na Argentina, a Copa América mudou de sede “de última hora” após o governo colombiano desistir de receber o evento no começo de maio devido à onda de protestos políticos. As autoridades argentinas, por sua vez, afirmaram, no fim do mês, passado que o país não teria condições de ser anfitrião devido ao aumento de casos de Covid-19. Assim, o Brasil, através da CBF e do governo federal, se ofereceu para receber o campeonato, recebendo uma série de críticas.