Carille diz que escalação do Corinthians vai depender do departamento médico

  • Por Jovem Pan
  • 30/03/2018 12h20 - Atualizado em 30/03/2018 12h23
Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansCarille não anunciou escalação nem para o elenco

O Corinthians está cercado de dúvidas antes do clássico contra o Palmeiras, que será neste sábado, pela final do Campeonato Paulista. A escalação inicial do time está indefinida e, segundo o técnico Fábio Carille, dependerá de análises do departamento físico.

Os exames só serão concluídos na manhã deste sábado, quando Carille poderá fazer a escalação: “a equipe não está definida ainda. O departamento médico passa que o tempo ideal de recuperação é 72 horas. Isso não é uma lamentação, mas uma ferramenta que precisamos ter. Os jogadores saíram desgastados e passarão por uma avaliação amanhã cedo”.

Carille só fez duas confirmações: Balbuena, apesar de ter jogado pela seleção paraguaia, tem totais condições de jogar desde o começo. Mas Jadson, que está se recuperando de lesão há um mês, poderá atuar por apenas cerca de 20 minutos, saindo do banco de reservas.

A defesa do Corinthians está definida, com Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley. Mas as dúvidas surgem a partir do meio-campo. Carille disse apenas que escalará dois volantes, sem saber quais serão: “tem Ralf, Gabriel e Maycon. Destes três, jogarão dois. O Maycon se queixou um pouquinho de dores, por isso farão exames”. Diante do São Paulo, em Itaquera, Gabriel e Maycon começaram jogando.

As dúvidas são ainda maiores no sistema ofensivo. Rodriguinho sentiu uma lesão na semana passada, se superou para jogar contra o São Paulo e agora precisa ser melhor avaliado. Carille disse que Mateus Vital e Clayson, prováveis titulares, estão muito desgastados fisicamente. E ainda há uma dúvida tática: se o Corinthians quiser atuar com um centroavante, Emerson Sheik deve começar jogando. Se não, Romero começará jogando. Diante do Palmeiras, na fase de grupos, Carille optou por jogar sem um “camisa 9” típico e deu certo, com vitória por 2 a 0.