Gaviões da Fiel se reúne com elenco do Corinthians e protesta: ‘Joga por amor ou por terror’

Em comunicado, a uniformizada afirma que os jogadores não estão demonstrando ‘raça’ e diz que Cássio, Gil, Fábio Santos, Paulinho, Jô devem ser barrados pela comissão técnica de Vitor Pereira

  • Por Jovem Pan
  • 07/04/2022 11h36 - Atualizado em 07/04/2022 19h03
EFE/Martín Alipaz corinthians Dirigentes da Gaviões se reuniram com líderes do elenco corintiano

A Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do Corinthians, recebeu a liberação da diretoria para conversar com os jogadores, na manhã desta quinta-feira, 7 – a informação foi publicada inicialmente pela ESPN e confirmada pelo Grupo Jovem Pan. Em nota oficial disparada nas redes sociais, a uniformizada anunciou o “fim da paciência” com o atual elenco e demonstrou indignação com a postura do time neste começo de temporada. Além das derrotas nos quatro clássicos disputados no ano e a queda na semifinal do Campeonato Paulista, o Alvinegro também estreou mal na Copa Libertadores da América, sendo derrotado pelo modesto Always Ready, na altitude de La Paz, na Bolívia.

No comunicado, a Gaviões da Fiel afirma que os jogadores não estão demonstrando “raça” e diz que Cássio, Gil, Fábio Santos, Paulinho, Jô devem ser barrados pela comissão técnica de Vitor Pereira. “Não venham com desculpas de pré-temporada, calendário de jogos excessivo, pois mais uma vez, após dez dias de descanso e treinamento, tínhamos a oportunidade de reagir e começar com o pé direito na competição mais importante do ano, contra um time tecnicamente muito inferior (sem falar na discrepante folha salarial). E o que foi mostrado, mais uma vez, foi a falta de compromisso e vontade. Um time absolutamente sem a cara do Corinthians”, diz um trecho da nota.

“Diante dessa situação, os Gaviões vêm por meio desta nota informar que a paciência acabou. Iremos tomar as providências necessárias para pressionar esse atual elenco a entender o que é Corinthians. Hotéis, saídas de jogos, CT. Estaremos em todos os lugares para não deixá-los esquecer onde estão jogando. A comissão técnica deve ter total autonomia para barrar os jogadores que estão descompromissados e rendendo pouco: Cássio, Gil, Fábio Santos, Paulinho, Jô…o passado de vocês não entra mais em campo. E se for para ficarem com vaidade e corpo mole, visando derrubar técnico, nossa postura será outra também!!! Ou joga por amor ou joga por terror!”

Leia a nota da Gaviões na íntegra:

Estamos anunciando o fim da paciência com o atual elenco do Corinthians diante da postura que vem sendo apresentada nos últimos jogos, principalmente pelos medalhões.

Vitória ou derrota fazem parte do futebol e a FIEL estará com o time em qualquer situação, porém falta de vontade e raça são critérios indispensáveis na história do Corinthians. Nesse atual elenco o que vemos é um time apático, desorganizado, sem vontade e sem RAÇA!!! Não briga por uma bola, tiram os pés das divididas, não dão sequer um carrinho para demonstrar raça e determinação. Isso NÃO TOLERAMOS!!!

Não venham com desculpas de pré-temporada, calendário de jogos excessivo, pois mais uma vez, após dez dias de descanso e treinamento, tínhamos a oportunidade de reagir e começar com o pé direito na competição mais importante do ano, contra um time tecnicamente muito inferior (sem falar na discrepante folha salarial). E o que foi mostrado, mais uma vez, foi a falta de compromisso e vontade. Um time absolutamente sem a cara do Corinthians.

É INADMISSÍVEL tomarmos gols em inícios de jogos de maneira tão recorrente. Isso já vem acontecendo desde o ano passado. Pior ainda é a falta de reação e de entrega para reverter esse erro primário durante a partida.

Diante dessa situação, os Gaviões vêm por meio desta nota informar que A PACIÊNCIA ACABOU. Iremos tomar as providências necessárias para pressionar esse atual elenco a entender o que é CORINTHIANS. Hotéis, saídas de jogos, CT. Estaremos em todos os lugares para não deixá-los esquecer onde estão jogando.

A comissão técnica deve ter total autonomia para barrar os jogadores que estão descompromissados e rendendo pouco: Cássio, Gil, Fábio Santos, Paulinho, Jô…o passado de vocês não entra mais em campo.

E se for para ficarem com vaidade e corpo mole, visando derrubar técnico, nossa postura será outra também!!!

OU JOGA POR AMOR OU JOGA POR TERROR!