Vagner Mancini já revoltou Andrés por áudio vazado contra o Corinthians; relembre

O novo treinador do Timão já se envolveu em uma polêmica que contou com discussão com repórter, áudio vazado e insinuações sérias do atual presidente do clube alvinegro

  • Por Jovem Pan
  • 12/10/2020 10h56 - Atualizado em 12/10/2020 11h02
Montagem sobre fotos/ReproduçãoAndrés Sanchez e Vagner Mancini já se envolveram em polêmica em 2017

Acertado com o Corinthians, Vagner Mancini tem um histórico recente de problemas com o clube alvinegro. Em 2017, ano em que o Timão conquistou o heptacampeão nacional, o treinador, então no Vitória, envolveu-se em uma polêmica que contou com discussão com repórter, áudio vazado e revolta de Andrés Sanchez. Tudo aconteceu após um triunfo do time baiano por 1 a 0 sobre o Corinthians, em Itaquera. Minutos depois da partida, na entrevista coletiva na Neo Química Arena, Mancini foi questionado pelo repórter Felipe Garraffa, da Rádio Bandeirantes, sobre a posse de bola e o número de finalizações do Vitória no duelo, e se irritou. “Você estava no estádio? Você assistiu ao jogo? Uma finalização? Você vai me desculpar. Sinceramente. Ou você é corintiano…”, disparou.

Horas depois da resposta atravessada, vazou um áudio de WhatsApp em que o técnico tirava sarro de Garrafa e do próprio clube alvinegro. “Ganhar do Corinthians é ótimo, somar três pontos nem se fala, mas dar uma patada num jornalista babaca e corintiano, nem se fala”, afirmou. A gravação revoltou Andrés Sanchez, que, apesar de não ocupar nenhum cargo no Timão na época, rebateu Mancini em vídeo postado nas redes sociais. “Falar para o treinador do Vitória, para o… Não vou nem falar o nome dele para deixar para lá. Que ele se preocupe em ganhar os jogos dele, não só do Corinthians. Que todo mundo sabe a saída dele da Chapecoense o porquê, todo mundo sabe o que acontece por trás de tudo isso. Está rodando um áudio dele aí falando muito mal do Corinthians e isso não é bom para o futebol brasileiro”, disparou Andrés.

Com a repercussão negativa, Mancini telefonou para Roberto de Andrade, então presidente do Corinthians, e declarou que não pretendia ofender o clube com o áudio que acabou se tornando público. Um ano depois da polêmica, o próprio treinador concedeu entrevista ao PodcasTimão, podcast de informações sobre o Corinthians, e se desculpou pelo ocorrido. “Aquilo foi um áudio de uma brincadeira entre amigos”, explicou. “Óbvio que eu tenho gente na minha família que torce para o Corinthians, não há razão nenhuma para que eu fale mal do clube ou de uma maneira que não seja a de exaltar o clube. O Corinthians é bicampeão mundial, tenho o maior respeito por ele desde a época em que era atleta. Joguei muitas vezes contra, sou amigo de muita gente que está aqui ainda. Àqueles que se sentiram ofendidos na época, eu peço mais uma vez desculpas. Era uma brincadeira de WhatsApp com amigos que vieram de longe para assistir ao jogo aqui em São Paulo, foi um momento em que fui mal interpretado”, finalizou.

Problemas à parte, Vagner Mancini será anunciado ainda nesta segunda-feira, 12, como novo treinador do Corinthians. Ele, que fazia bom trabalho no Atlético-GO, chegará com a missão de salvar o time do rebaixamento. O treinador iniciará o trabalho imediatamente e já estreará diante do Athletico-PR, na quarta-feira. Mesmo perto da eleição, o clube vai fazer um contrato longo. Mancini assinará até dezembro de 2021 e terá 23 rodadas para evitar novo vexame de queda no clube, 13 anos depois do fatídico rebaixamento de 2007.