Antes de jogo decisivo contra Espanha, Ibrahimovic se diz confiante na classificação da Suécia para a Copa

Suécia está em segundo no Grupo B com 13 pontos, enquanto os espanhóis lideram com 15 pontos

  • Por Jovem Pan
  • 08/11/2021 19h10
Reprodução/ Twitter @UEFAcom_pt suécia Suécia está em segundo no Grupo B das eliminatórias

O atacante Zlatan Ibrahimovic se mostrou nesta segunda-feira, 8, confiante de que a Suécia, que joga contra a Espanha pelo primeiro lugar do Grupo B das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2022, tem condições de bater a campeã mundial de 2010 e se classificar diretamente. “Temos apenas a última milha a percorrer para chegarmos aonde queremos estar. Mas com minha autoconfiança, tenho certeza de que tudo vai dar certo”, declarou o jogador em entrevista coletiva. A duas rodadas do fim da fase de grupos, a Suécia soma 15 pontos, dois a mais que a Espanha. As duas seleções farão confronto direto no próximo domingo, em Sevilha, mas antes disso, na próxima quinta-feira, jogarão fora de casa contra Geórgia e Grécia, respectivamente. “Temos que pensar em uma partida de cada vez”, destacou ‘Ibra’, que se esquivou ao ser perguntado sobre ser ou não titular da equipe escandinava.

“Estou aqui porque sou um dos membros da equipe. Se Janne (Andersson, técnico da Suécia) quiser que eu jogue os dois jogos, eu os jogarei. Se ele quiser que eu jogue apenas um, está bem. Tudo depende do que ele quer”, comentou. O centroavante de 40 anos se manteve afastado da seleção por cinco anos e retornou em março. Porém, ficou fora da Eurocopa e das rodadas seguintes das Eliminatórias devido a problemas físicos. “É bom finalmente estar aqui. Estou feliz poder ajudar e jogar”, afirmou. Aos 40 anos e em boa fase pelo Milan, líder do Campeonato Italiano ao lado do Napoli, Ibra preferiu não falar sobre aposentadoria. “Minha ideia é continuar enquanto eu puder. Conheço meu corpo cada vez melhor, ele é mais velho, mas minha cabeça é mais jovem e estou mais bonito. Há algo novo a cada dia”, declarou entre risos.

*Com informações da EFE