Brasileiro do Al Ain promete ‘ir com tudo’ e fala em vencer o Real: ‘O sonho ainda não acabou’

  • Por Jovem Pan
  • 21/12/2018 12h21 - Atualizado em 21/12/2018 12h33
Mahmoud Khaled/EFEO atacante brasileiro Caio marcou o gol de empate do Al Ain contra o River Plate na semifinal do Mundial de Clubes

Atual campeão dos Emirados Árabes Unidos, o Al Ain chocou o planeta e eliminou o River Plate na semifinal do Mundial de Clubes. Está de bom tamanho? Para Caio, atacante brasileiro que joga no time árabe, não.

Em entrevista exclusiva ao repórter Giovanni Chacon, da Rádio Jovem Pan, o atleta de 24 anos, que, no Brasil, passou pelas categorias de base de América-RJ e São Paulo, prometeu “ir com tudo” para cima do Real Madrid. Para Caio, o Al Ain tem totais condições de surpreender os atuais tricampeões europeus na decisão do próximo sábado.

“Estamos muito felizes por ter chegado à final do Mundial. Mas o sonho ainda não acabou. Nós temos mais um jogo, e vamos dar o nosso melhor, vamos com tudo para poder ganhar do Real Madrid. É claro que é um jogo contra um time poderoso, mas, ali, são 90 minutos… Quem tiver melhor concentrado, com mais vontade e errar menos vai sair vitorioso”, afirmou Caio.

O brasileiro definiu as vitórias nos pênaltis sobre Team Wellington e River Plate como “um feito histórico” para os Emirados Árabes Unidos. O Al Ain se tornou o primeiro time do Oriente Médio a chegar tão longe no Mundial, e foi de Caio o gol de empate no jogo contra os atuais campeões da Libertadores.

“Foi um feito histórico para o país, para o clube e na minha carreira. Agora, estamos muito felizes e cheios de vontade para fazer uma grande final. A expectativa é muito grande. Qualquer jogador gostaria de enfrentar o Real Madrid, é um sonho que está se realizando. Vamos entrar em campo muito concentrados, e tenho certeza de que vai ser um grande jogo”, finalizou.

Al Ain e Real Madrid se enfrentarão no próximo sábado, às 14h30 (de Brasília), no Estádio Xeique Zayed, nos Emirados Árabes Unidos. Quem vencer será o campeão mundial de clubes de 2018.