Carta de Fidel Castro, carros de luxo, imóvel e outros bens de Maradona vão a leilão 

A venda, autorizada pelos familiares do vencedor da Copa do Mundo de 1986, ocorrerá alguns dias depois das homenagens marcadas para 25 de novembro, data do primeiro aniversário de morte do maior ídolo esportivo da Argentina

  • Por Jovem Pan
  • 03/11/2021 10h29 - Atualizado em 03/11/2021 10h32
Ministério das Relações Exteriores de CubaFidel ofereceu refúgio em Cuba no início dos anos 2000 para que Maradona tratasse vício em cocaína

A justiça argentina informou que alguns itens de Diego Armando Maradona, ícone do futebol morto há cerca de um ano, irão a leilão no dia 19 de dezembro. De acordo com a imprensa local, uma casa que “El Pibe” deu a seus pais, dois carros BMW e uma carta do falecido líder Fidel Castro estão entre os bens que serão leiloados via web. A venda, autorizada pelos familiares do vencedor da Copa do Mundo de 1986 com a Argentina, ocorrerá alguns dias depois das homenagens marcadas para 25 de novembro, data do primeiro aniversário de morte do maior ídolo esportivo do país. O valor arrecadado, por sua vez, será destinado exclusivamente para quitar dívidas deixadas pelo antigo camisa 10.

A carta de Fidel Castro, vale lembrar, acontece por que o ex-líder cubano cultivou uma longa amizade com Maradona – foi ele, inclusive, que abriu as portas de Cuba ao argentino para tratar de sua dependência química. Já um dos BMW tem a assinatura de “Don Diego” e tem o valor de 165 mil dólares (R$ 940 mil) como lance inicial. A casa que o craque deu de presente à sua mãe, dona Tota, e seu pai, dom Chitoro, fica no bairro de Villa Devoto, em Buenos Aires, na capital argentina. A família do “Dios”, no entanto, não autorizou a venda de bens com valor sentimental, como prêmios ou camisetas que Maradona ganhou de amigos. Assim, outros itens do astro, como aparelhos de ginástica, televisores e roupas, também serão comercializadas. Em breve, uma empresa imobiliária licitará os sites na internet para a realização do leilão online.