Daniel Alves, Neymar e outros 7 brasileiros são indicados à seleção do ano da FIFPro; veja lista

O meia, que joga no São Paulo, é o único atleta entre todos os indicados a não atuar no futebol europeu

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2020 18h29
Marcello Zambrana/AGIF/Estadão ConteúdoDaniel Alves em ação durante o jogo entre São Paulo e Athletico-PR no Morumbi

O atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, os goleiros Alisson e Ederson, os laterais Daniel Alves e Marcelo, o zagueiro Thiago Silva, o volante Casemiro e o meia Philippe Coutinho foram indicados nesta quinta-feira, 10, à seleção do ano da FIFPro. O sindicato internacional de jogadores apresentou os 55 futebolistas mais votados, por posição, entre os próprios companheiros de profissão, para apontar os destaques de 2020. Daniel Alves é o único de todos os indicados que não atua no futebol europeu. Filho do tetracampeão mundial Mazinho, Thiago Alcântara também está na lista.

Alisson e Marcelo estiveram na seleção da FIFPro no ano passado e podem repetir o feito. Neymar, Daniel Alves e Thiago Silva já apareceram na equipe do ano em edições anteriores do prêmio. O Bayern de Munique foi a equipe que mais contou com indicados, ao todo foram nove integrantes do elenco: o goleiro Manuel Neuer, os defensores David Alaba, Jérome Boateng e Alphonso Davies, os meis Leon Goretzka, Joshua Kimmich e Thomas Müller, além dos atacantes Robert Lewandowski e Serge Gnabry. Thiago Alcântara (hoje no Liverpool) e Philippe Coutinho (agora no Barcelona) também fizeram parte da equipe que conquistou a Liga dos Campeões 2019/20 e aumentam a lista de protagonistas bávaros.

Confira todos os indicados a um lugar na seleção do ano da FIFPro:

Goleiros: Alisson (Liverpool/BRA), Thibaut Courtois (Real Madrid/BEL), David De Gea (Manchester United/ESP), Gianluigi Donnarumma (Milan/ITA), Ederson (Manchester City/BRA), Hugo Lloris (Tottenham/FRA), Keylor Navas (Paris Saint-Germain/CRC), Manuel Neuer (Bayern de Munique/ALE), Jan Oblak (Atlético Madrid/ESL) e Marc-André ter Stegen (Barcelona/ESP).

Defensores: David Alaba (Bayern de Munique/AUT), Jordi Alba (Barcelona/ESP), Toby Alderweireld (Tottenham/BEL), Trent Alexander-Arnold (Liverpool/ING), Daniel Alves (São Paulo/BRA), Jérome Boateng (Bayern de Munique/ALE), Alphonso Davies (Bayern de Munique/CAN), Virgil van Dijk (Liverpool/HOL), Kalidou Koulibaly (Napoli/SEN), Matthijs de Ligt (Juventus/HOL), Marcelo (Real Madrid/BRA), Sergio Ramos (Real Madrid/ESP), Andrew Robertson (Liverpool/ESC), Thiago Silva (Chelsea/BRA), Raphael Varane (Real Madrid/FRA).

Meias: Thiago Alcantara (Bayern de Munique e Liverpool/ESP), Dele Alli (Tottenham/ING), Sergio Busquets (Barcelona/ESP), Casemiro (Real Madrid/BRA), Philippe Coutinho (Bayern de Munique e Barcelona/BRA), Kevin De Bruyne (Manchester City/BEL), Bruno Fernandes (Sporting e Manchester United/POR), Leon Goretzka (Bayern de Munique/ALE), Jordan Henderson (Liverpool/ING), Frenkie de Jong (Barcelona/HOL), N’Golo Kante (Chelsea/FRA), Toni Kroos (Real Madrid/ALE), Joshua Kimmich (Bayern de Munique/ALE), Luka Modric (Real Madrid/CRO) e Thomas Muller (Bayern de Munique/ALE).

Atacantes: Sergio Aguero (Manchester City/ARG), Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal/GAB), Karim Benzema (Real Madrid/FRA), Serge Gnabry (Bayern de Munique/ALE), Erling Haaland (Borussia Dortmund/NOR), Zlatan Ibrahimovic (Milan/SUE), Harry Kane (Tottenham/ING), Robert Lewandowski (Bayern de Munique/POL), Sadio Mane (Liverpool/SEN), Kylian Mbappe (Paris-Saint Germain/FRA), Lionel Messi (Barcelona/ARG), Neymar (Paris Saint-Germain/BRA), Cristiano Ronaldo (Juventus/POR), Mohamed Salah (Liverpool/EGI) e Heung-Min Son (Tottenham/COR).

*Com informações da EFE