Clube inglês se diz ‘horrorizado’ e vai multar atacante por postura na quarentena

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2020 14h56
Imagens reveladas pelo tabloide Daily Star mostram imagens de uma festa promovida por Moise Kean

Contratado junto à Juventus, da Itália, por 25,1 milhões de libras no ano passado, o jovem atacante italiano Moise Kean revoltou o atual clube, Everton, da Inglaterra, ao violar a quarentena e promover uma festa em casa.

Coube ao tabloide Daily Star revelar imagens de Kean, de 20 anos, em uma confraternização com várias pessoas dentro da residência que possui em Liverpool.

Nas filmagens, divulgadas pelo próprio jogador em um grupo privado na internet, é possível ver algumas mulheres com o atleta e outros homens. Em um dos vídeos, o atacante acrescentou a legenda: “quarantine clean (quarentena limpa)”.

Uma fonte procurada pelo Daily Star disse que “a festa foi absolutamente louca e durou até de manhã”. “Eles achavam que as regras de isolamento não se aplicavam a eles”, afirmou.

O Everton tomou conhecimento do ocorrido e, além de prometer multar Kean em duas semanas de salário (equivalente a 114 mil euros), disse que ficou “horrorizado ao saber de um incidente no qual um jogador do time principal ignorou as orientações do governo e as políticas do clube em relação à crise do coronavírus”.

“O Everton enfatizou regularmente a importância de seguir todas as diretrizes do governo – incluindo regras e conselhos para dentro e fora de casa – através de uma série de comunicações oficiais a todos os funcionários, incluindo jogadores. As pessoas incríveis do Serviço Nacional de Saúde merecem o máximo respeito por seu trabalho duro e sacrifício. A melhor maneira de demonstrar respeito é fazendo tudo o que pudermos para protegê-las”, afirmou o clube.

Autor de apenas um gol desde que chegou ao Everton, Kean vive no Reino Unido, nação com mais de 20 mil mortes provocadas pelo novo coronavírus, há oito meses.

Moise Kean durante apresentação no Everton