Holanda vence a Áustria por 2 a 0 e avança às oitavas da Eurocopa

Memphis Depay, em cobrança de pênalti, e Dumfries marcaram para a seleção holandesa, que chegou aos seis pontos e segue na liderança do Grupo C

  • Por Jovem Pan
  • 17/06/2021 17h53 - Atualizado em 17/06/2021 18h00
EFE/EPA/Olaf Kraak Debay comemora gol marcado pela Holanda contra a Áustria

A seleção holandesa garantiu a sua vaga nas oitavas de final da Eurocopa nesta quinta-feira, 17, ao vencer a Áustria por 2 a 0, em Amsterdã, em confronto válido pela segunda rodada. Memphis Depay, em cobrança de pênalti, e Dumfries marcaram para a Holanda, que chegou aos seis pontos e precisa de apenas um empate contra a Macedônia do Norte para acabar na liderança do Grupo C. Os austríacos, por vez, permanecem com três, e precisam ganhar da Ucrânia para ir ao mata-mata sem depender de outros resultados. Os jogos acontecem na próxima segunda-feira, 21.

Melhor tecnicamente, a “Laranja Mecânica” teve o controle das ações ofensivas no primeiro tempo, terminando com 6 finalizações contra 2 da seleção austríaca. Ainda assim, a Holanda só foi abrir o placar em cobrança de penalidade, em infração marcada com auxílio do árbitro de vídeo (VAR). Aos 9 minutos, Dumfries teve o pé pisado por Alaba. Na cobrança, Depay bateu no canto, tirando o zero do marcador. Mantendo a pressão, os mandantes criaram algumas chances com passes de Wijnaldum e De Jong, que comandaram o meio-campo, e só não ampliaram porque Depay perdeu chance incrível, já nos últimos instantes da etapa inicial.

No retorno do intervalo, a Áustria tentou sair mais para o ataque, soltando mais Alaba e utilizando Sabitzer, volante que passou a ter mais liberdade. Os visitantes, porém, tiveram pouca criatividade e acabaram levando o segundo. Primeiro, veio o susto com o zagueiro De Ligt, que desperdiçou chance inacreditável após batida de escanteio. Depois, não teve jeito: em ataque rápido, Malen avançou em velocidade e tocou para Dumfries apenas completar para as redes. No fim, Kalajdzic e Alaba até arriscaram e ameaçaram uma reação, mas não conseguiram converter as suas respectivas chances.