Em jogo com homenagens a Eriksen, Bélgica vira sobre a Dinamarca com show de De Bruyne

Com o resultado, a equipe chega aos 6 pontos e enfrenta a Finlândia, na próxima segunda-feira, 21, pela última rodada, dependendo de apenas um empate para avançar às oitavas como líder do Grupo C

  • Por Jovem Pan
  • 17/06/2021 15h04 - Atualizado em 17/06/2021 16h32
EFE/EPA/Wolfgang Rattay De Bruyne em ação durante Bélgica x Dinamarca pela Eurocopa 2021

A Bélgica contou com o talento de Kevin De Bruyne para virar sobre a Dinamarca, vencer por 2 a 1 e ficar muito perto de se classificar matematicamente ao mata-mata da Eurocopa. Em partida eletrizante nesta quinta-feira, 17, na cidade de Copenhagen, os donos da casa foram superiores no primeiro e saíram na frente com Poulsen. No segundo tempo, no entanto, o camisa 10 do Manchester City desequilibrou, dando uma assistência para Romelu Lukaku e deixando a sua marca. Com o resultado, os “Diabos Vermelhos” chegam aos 6 pontos e enfrentam a Finlândia, na próxima segunda-feira, 21, pela última rodada, dependendo de apenas um empate para avançar às oitavas como líder do Grupo C. A seleção dinamarquesa, por sua vez, continua sem pontuar e terá que bater a Rússia, além de contar com uma combinação de resultados, para ir à próxima fase.

Mesmo sem Christian Eriksen, que segue no hospital após sofrer uma parada cardíaca na partida de estreia, a Dinamarca mostrou muito ímpeto e dominou por completo a primeira etapa. Logo aos 2 minutos, a equipe da casa aproveitou saída de bola errada dos belgas e marcou com Poulsen. Empolgada, a seleção dinamarquesa ganhou vários duelos individuais no meio-campo e praticamente não deixou o adversário atacar. Damsgaard, Höjbjerg e Braithwaite também tiveram oportunidades claras, mas não conseguiram ampliar para a equipe nórdica, que fez uma série de homenagens para o seu meio-campista — Eriksen recebeu salva de palmas aos 10 minutos, foi lembrado pelos atletas antes do apito inicial e teve uma faixa com o seu nome estendida na arquibancada.

No segundo tempo, no entanto, o cenário mudou. Com a entrada de Kevin De Bruyne, que estava se recuperando de uma fratura no rosto, os “Diabos Vermelhos” cresceram e logo chegaram ao gol de empate. Após arrancada de Lukaku pela esquerda, o meio-campista recebeu dentro da área, limpou a marcação e com classe tocou para Thorgan Hazard apenas empurrar para as redes, aos 9 minutos. Quinze minutos depois, De Bruyne recebeu de Eden Hazard e soltou uma porrada no canto esquerdo do goleiro dinamarquês, sem chances de defesa. A Dinamarca, buscando a sua reabilitação, até se esforçou e incomodou com uma bola no travessão em cabeçada de Braithwaite, mas não conseguiu evitar uma nova derrota.