Jihadistas que realizaram ataque em Barcelona planejaram atentado no Camp Nou

  • Por Agência EFE
  • 01/08/2018 08h55
ReproduçãoOs jihadistas reuniram dados da partida entre o Barcelona e o Betis desse dia e visitaram a loja do Camp Nou

O grupo jihadista que matou 15 pessoas em 17 de agosto de 2017 em Barcelona e em Cambrills, além de ter deixado mais de cem feridos, também planejou atentar no dia 20 do mesmo mês no estádio do FC Barcelona (Camp Nou) durante uma partida, assim como em uma boate.

Segundo informa nesta quarta-feira o jornal espanhol “El Periodico de Catalunya”, os jihadistas reuniram dados da partida entre o Barcelona e o Betis desse dia e visitaram a loja do Camp Nou.

Os investigadores concluíram portanto, além de querer atentar com um caminhonete bomba contra a Torre Eiffel de Paris e a basílica da Sagrada Família de Barcelona, os terroristas também planejaram um ataque contra o estádio de futebol.

As conclusões foram possíveis graças à análise do telefone celular de um dos membros da célula, Mohammed Hichamy, que figura entre os terroristas mortos em Cambrils por disparos da polícia.

Os agentes encontraram no dispositivo diversas buscas na internet relacionadas com o Camp Nou, feitas uma semana antes dos atentados, para obter informação sobre os horários e acessos e imagens do estádio.

Também concluíram que os jihadistas queriam atentar no estádio nesse dia depois de terem encontrado de dois documentps do ímã de Ripoll (província de Gerona), Abdelbaki el Satty, que morreu na explosão de uma casa em Alcanar (província de Tarragona), onde os terroristas preparavam os explosivos para atentar.

Esses documentos, consideram os investigadores, são uma minuta de reivindicação de um atentado, já que começam com a expressão “Nós, soldados do Estado Islâmico…” e têm como data “20 de agosto de 2017”.

Os agentes também suspeitam que os terroristas planejaram atentar contra uma boate da área de Barcelona, já que fizeram buscas na internet sobre locais de lazer noturno para homossexuais em Sitges e sobre a casa de shows Razzmataz.