Julgamento por corrupção na Fifa é interrompido devido ao estado de saúde de Blatter

Promotores suíços acusam o ex-presidente e o ex-jogador Michel Platini de receberem pagamento ilegal em 2011; ambos negam as acusações

  • Por Jovem Pan
  • 08/06/2022 20h05
EFE/EPA/ALESSANDRO CRINARI joseph blatter; fifa Blatter foi amparado pela filha Corinne na chegada ao Tribunal

O ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, se mostrou ‘extremamente doente’ durante julgamento por supostos pagamentos de corrupção da entidade nesta quarta-feira, 08, e a audiência foi interrompida. O processo também inclui a lenda do futebol francês, Michel Platini. De acordo com a mídia internacional, Blatter ‘parecia frágil’ no Tribunal Criminal Federal em Bellinzona, na Suíça, chegou segurando o braço da filha Corinne e disse ter fortes dores no peito. “A dor vai voltar e estou com dificuldades para respirar”, disse Blatter, que está com 85 anos. Os juízes permitiram que ele preste depoimento amanhã. O julgamento vai até o dia 22 de junho e o veredito deve sair em 8 de julho. Se condenados, Platini e Blatter podem pegar até cinco anos de prisão. Eles pagaram dois milhões de francos suíços (R$ 10 milhões, na cotação atual) como multa. Os promotores acusam a dupla de conseguir um pagamento ilegal em 2011. Ambos negam as acusações.