Lucas Paquetá deixa o Milan e assina por cinco temporadas com o Lyon

“Fiquei admirado com o trabalho realizado pela equipe, realmente impressionado”, disse o ex-Flamengo, na apresentação no novo clube

  • Por Jovem Pan
  • 30/09/2020 17h04
Lyon/DivulgaçãoLucas Paquetá posa com a camisa do Lyon e ao lado de Jean-Michel Aulas e Juninho Pernambucano

Com um vídeo cheio de estilo, dando as boas vindas a um dançante e vibrante brasileiro, o Lyon anunciou nesta quarta-feira, 30, a contratação de Lucas Paquetá. O meia revelado pelo Flamengo foi contratado junto ao Milan e assina contrato por cinco temporadas. Há tempos que os franceses, semifinalistas da última edição da Liga dos Campeões da Europa, tratavam com os italianos a negociação de Lucas Paquetá. Depois de muita conversa e aumento na proposta, o negócio foi fechado.

Lucas Paquetá chega para a vaga do atacante holandês Memphis Depay, que está deixando o clube francês, e terá outro brasileiro como companheiro no meio de campo: Bruno Guimarães, ex-Athletico-PR. O reforço vestiu a camisa, exibiu orgulhoso o símbolo da nova equipe e espera embalar na promissora carreira. Lucas Paquetá surgiu muito bem no Flamengo e rapidamente despertou o interesse do Milan. Na Itália, contudo, viu as grandes apresentações em contraste com partidas decepcionantes. Ele perdeu espaço no time e, aos 23 anos, espera resgatar o bom futebol em nova casa e outro país.

“Temos o orgulho de anunciar a contratação de Lucas Paquetá*, postou o Lyon, com a #Paqueta25. O clube francês fez questão de mostrar seu reforço fazendo exames médicos e também no estádio do clube. “Eu estou pronto para trabalhar e mostrar minha habilidade. Tudo correu muito bem desde que cheguei. O Lyon é um time muito popular no Brasil. Quero trabalhar e dar o meu melhor para o time”, afirmou o brasileiro.

Lucas Paquetá chegou e já foi apresentado oficialmente ao lado do empresário Jean-Michel Aulas, presidente do clube, e dos diretores de futebol Juninho Pernambucano e Vincent Ponsot. O meia esbanjou alegria na nova equipe. “Assisti a Liga dos Campeões durante o verão e meus olhos brilharam com as partidas do Lyon em Lisboa. Fiquei admirado com o trabalho realizado pela equipe, realmente impressionado”, disse. “Estou feliz pela confiança do presidente e de Juninho. Quando ele me chamou, gostei bastante do projeto, sou um jogador que entrega o máximo todos os dias”.

Ele reconheceu que não foi bem no Milan, mas acredita que no Lyon tudo será diferente. “Sou jovem e tenho muito a aprender e quero me adaptar o mais rápido possível”, enfatizou. “Desejo ajudar o meio-campo e me lançar ao ataque, dando o máximo pelo Lyon. Minha passagem no Milan foi uma experiência, permitiu com que eu crescesse. As críticas me ajudaram e tudo isso me serve”. O brasileiro pode fazer a sua estreia já neste domingo diante do Olympique de Marseille, em casa, pela sexta rodada do Campeonato Francês. Ele se colocou à disposição do treinador Rudi Garcia e “não vê a hora” de iniciar os treinos.

*Com informações do Estadão Conteúdo