Mesmo punida, Rússia garante que receberá jogos da Euro e final da Champions

  • Por Jovem Pan
  • 09/12/2019 11h55
ReproduçãoSeleção russa em campo na última Copa do Mundo

A Rússia sediará as partidas da Eurocopa-2020 e a final da Liga dos Campeões da Europa em 2021, afirmou nesta segunda-feira Vyacheslav Koloskov, presidente de honra da União de Futebol da Rússia, apesar da sanção de quatro anos imposta hoje contra o esporte russo por doping.

“Essa decisão não afeta de forma alguma a realização dos jogos da Euro 2020 e a final da Liga dos Campeões. A decisão da Agência Mundial Antidoping (Wada) não anula a decisão da Uefa. Não há razões para isso”, disse Koloskov, ex-vice-presidente da Fifa, disse à agência russa “Interfax”.

A cidade de São Petersburgo, sediará em junho do ano que vem, três partidas da primeira fase da Euro e, em 3 de julho, uma das quartas de final do torneio.

Além disso, São Petersburgo, cujo estádio sediou as semifinais da Copa do Mundo do ano passado, receberá em 2021 a decisão da Champions.

A imprensa russa também especulou sobre a possibilidade da Rússia não poder participar da Copa do Mundo no Catar, em 2022, embora Moscou espere que a Fifa mantenha sua independência das decisões da Wada.

A Wada sancionou hoje o esporte russo com uma suspensão de quatro anos por manipulações no banco de dados do laboratório de Moscou, deixando o país fora de importantes eventos esportivos, como os Jogos Olímpicos de Tóquio no ano que vem, da Copa do Catar, além das Olimpíadas de Inverno de Pequim, também em 2022.

*Com informações da EFE