Neymar e Mbappé vão renovar com o PSG? Veja o que Leonardo respondeu

Diretor esportivo do Paris Saint-Germain foi sincero ao responder a pergunta dos internautas; confira

  • Por Jovem Pan
  • 10/11/2020 10h40
EFE/EPA/YOAN VALATNeymar e Mbappé são os principais astros do PSG na atualidade

O Paris Saint-Germain já está de olho nas próximas temporadas. Nesta terça-feira, 10, respondendo perguntas dos internautas em uma “live” do Facebook, o brasileiro Leonardo, diretor esportivo do clube, revelou que já foram iniciadas conversas para a renovação de contrato de vários jogadores do elenco, entre eles de Neymar e Mbappé – ambos têm vínculos válidos até 30 de junho de 2022.

Leonardo prometeu intensificar as negociações pelas renovações dos atletas considerados chaves no grupo, mas lembrou que os novos salários devem ser readequados à nova condição financeira dos clubes, muito afetada por conta da pandemia do novo coronavírus. “Nem sempre quero falar sobre a covid-19, mas não podemos driblar a situação. Temos que nos adaptar a isso. Iniciamos várias negociações para renovação de certos jogadores. Temos que nos adaptar à realidade econômica atual, mas todas as renovações que pensamos, como Di María, Neymar, Mbappé, até Bernat e Draxler, já começamos a discutir e vamos intensificar nos próximos dias”, contou o dirigente.

Leonardo também garantiu a permanência do técnico Thomas Tuchel no comando e afirmou que o clube nunca colocou na mesa o nome de outros treinadores para o lugar do alemão. O atual comandante termina o seu contrato ao final desta temporada, mas não há indícios sobre uma possível extensão contratual. “Existem discussões internas. Seria até estranho não ter uma. A verdade, os fatos, é que, internamente, nunca pensamos em trocar Tuchel. Nunca ligamos para ninguém, nunca. Depois, há quem fale porque o papel de treinador do PSG é invejado. Felizmente. Mas, honestamente, o clube nunca pensou em outro treinador para substituir Tuchel”, disse o brasileiro. “Agora é a hora de focar em nosso objetivo, estar juntos, discutir coisas. Temos muitas pequenas preocupações, lesões, a forma de jogar, jogos internacionais, jogos perdidos. O tempo é para que todos se concentrem nisso e não desperdicem energia com outra coisa”, acrescentou Leonardo.