Neymar fala grosso, admite que queria sair do PSG e rebate vaias da torcida: ‘Que comecem a incentivar’

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2019 16h17
ReproduçãoNeymar deu forte declaração após estrear pelo PSG na temporada

Neymar falou grosso após ser hostilizado pela torcida do PSG em seu primeiro jogo pelo clube na temporada. Minutos depois de ser vaiado a cada toque na bola e xingado de “filho da p…”, o jogador, que anotou um golaço de voleio aos 46min do segundo tempo da vitória por 1 a 0 sobre o Strasbourg, no Parque dos Príncipes, admitiu que queria mudar de clube na última janela de transferências e aproveitou para rebater os torcedores parisienses.

Deixo claro que não tenho nada contra os torcedores, nem nada contra a entidade Paris Saint-Germain, mas todos sabem que era um desejo, sim, sair (do PSG). Eu queria isso, deixo bem claro. Não vou entrar em detalhes do que aconteceu nas negociações. O presidente aqui sabe o que fez, os outros, também. Então, isso é uma página virada. Hoje, eu sou jogador do PSG e prometo dar de tudo em campo. Esse é o meu papel, e é isso o que vou fazer nessa temporada”, afirmou.

“Serei feliz dentro de campo, porque eu não preciso quer gritem o meu nome e estejam ali por mim. O que eu quero é que eles estejam ali pelo Paris Saint-Germain. Se eles falam que o Paris Saint-Germain é muito grande, maior que qualquer jogador, eles têm que esquecer esse jogador e começar a incentivar a equipe durante os 90 minutos, porque acho que será muito mais importante do que ficar vaiando. Já joguei em vários estádios sendo vaiado. É triste, mas sei que a partir de agora será como jogar todo jogo fora de casa”, acrescentou.

Esta foi a primeira declaração pública de Neymar após as frustradas negociações com o Barcelona na última janela de transferências. A “novela” envolvendo o futuro do jogador durou quase três meses e terminou com final triste para o brasileiro, que viu o PSG recusar as investidas catalãs e segurar o camisa 10 por pelo menos mais uma temporada.

“Teve alguns motivos, principalmente pessoais (para querer deixar o PSG). Deixo bem claro que não foi nada contra o PSG e nem torcedores. Mas quando você não se sente bem em um trabalho, você procura outro. Não pelas pessoas que tem nele, e que você está servindo, e sim por motivos pessoais. Tive os meus, e quis sair. Deixei bem claro para todo mundo e fiz o possível, mas infelizmente não deixaram. Primeira vez que estou falando sobre isso, e será a última. A partir de agora, minha cabeça está toda voltada para o Paris”, finalizou.

Confira, abaixo, a forte declaração de Neymar: