Sem Messi, Koeman cobra jogadores por gols no Barcelona: ‘Não pode ser só o Griezmann’

Treinador quer mais produtividade no ataque da equipe catalã, que é o 4º no Campeonato Espanhol

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2021 13h15
Reprodução/ Twitter Champions Leaguebarcelona x juventus

Ronald Koeman não terá sua principal estrela contra o Elche, neste domingo, 24, pelo Campeonato Espanhol. Fora por uma suspensão de cartão vermelho, Messi não poderá comandar a equipe dentro de campo, papel que deve ficar com o francês Griezmann. Mas o treinador holandês não quer esse peso exclusivamente nas costas do atacante e pressiona o elenco a render mais. “Precisamos que outros jogadores marquem também, não temos que focar apenas em Griezmann”, afirmou Koeman. O técnico vê as cobranças exageradas sobre seu atacante, que demorou a se adaptar no novo clube e por vezes amargou a reserva.

Sendo mais utilizado, Griezmann vem rendendo melhor, mesmo assim Koeman não quer cobranças desnecessárias ou pressão por gols somente nele. “Não é preciso pressioná-lo, ele está sempre lutando pela equipe. Nos últimos jogos está bem e ajudando o time. Na final da Supercopa marcou dois gols. Mas não pode ser só ele”, enfatizou o treinador. O holandês anda preocupado com a dura sequência de jogos do Barcelona, com três prorrogações seguidas nos últimos confrontos, e teme que o desgaste possa atrapalhar no Campeonato Espanhol.

“Vai ser importante recuperar nossos jogadores. A equipe precisa de um frescor. Ao que parece, Sergi Roberto voltará em breve, já que treinou em grupo hoje. Se tem um jogador que está muito cansado, é preciso fazer alterações”, admitiu. Além de Messi, Koeman também não poderá contar com Philippe Coutinho, Piqué, Fati e Sergi Roberto, todos se recuperando de lesão, o que o faz apelar para contratações. “Já sabem minha postura (dirigentes). Nos faltam pessoas, mas tudo depende da situação econômica do clube. Eu não decido, estive conversando eles, mas tudo depende da situação econômica”, enfatizou.

Sobre o confronto com o Elche, o comandante aposta na superação e não descarta mudanças no time titular por causa do desgaste. “Sabemos que temos um calendário apertado, com muitas partidas, e disputamos três prorrogações seguidas. Também tivemos muitas viagens. Felizmente jogamos à tarde e iremos colocar uma equipe com vivacidade e mentalidade forte para tentar vencer a partida”. A partida acontece às 12h15 (horário de Brasília)

*Com informações do Estadão Conteúdo