Senegal vence o Egito nos pênaltis e conquista título inédito da Copa Africana de Nações

Maior vencedor do torneio com sete troféus, os egípcios lamentaram o terceiro vice de sua história

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2022 19h11 - Atualizado em 06/02/2022 19h17
Kenzo TRIBOUILLARD / AFP Maior vencedor do torneio com sete troféus, os egípcios lamentaram o terceiro vice de sua história. Maior vencedor do torneio com sete troféus, os egípcios lamentaram o terceiro vice de sua história.

O Senegal tornou-se campeão da Copa Africana de Nações pela primeira vez, na tarde deste domingo, 6, ao bater o Egito nos pênaltis por 4 a 2, após um empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. Em partida disputada estádio Stade Omnisport Paul Biya, em Camarões, os senegaleses tiveram a chance de abrir o placar logo aos 3 minutos, mas Sadio Mané parou no goleiro Gabaski. Mohamed Salah, astro dos egípcios, também teve sua oportunidade de brilhar, mandando chute no ângulo, defendido por Edouard Mendy. No restante da partida, os Leões foram melhores, mas não conseguiram superar o bom arqueiro rival. Já nas penalidades, Sarr até chegou a desperdiçar uma cobrança para Senegal, mas o Egito acabou pecando em duas batidas com Abdelmonem e Lasheen, deixando a equipe treinada por Aliou Cissé com a taça inédita. Maior vencedor do torneio com sete troféus, os egípcios lamentaram o terceiro vice de sua história.