Sterling sobre pandemia de Covid-19: ‘Membros da minha família estão mortos’

  • Por Jovem Pan
  • 12/05/2020 09h34
Divulgação/Manchester CitySterling é atacante do Manchester City

O atacante Raheem Sterling, do Manchester City, alertou sobre a gravidade da pandemia de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Em entrevista ao “The Sun”, nesta terça-feira (12), o inglês revelou que perdeu alguns parentes infectados pelo vírus.

“Tenho um amigo muito próximo que perdeu a avó. Membros da minha família também morreram… Portanto, temos que ser sábios e cuidar de nós mesmos e daqueles que nos rodeiam”, disse o jogador.

Sterling também falou sobre o retorno do futebol na Inglaterra. No entendimento da estrela do City, a retomada só deve acontecer quando a epidemia estiver controlada.

“Somos todos apaixonados pelo futebol, todos amamos o futebol e queremos que ele volte. Mas estamos passando por uma pandemia. Quando voltarmos, devemos garantir que não seja por motivos puramente futebolísticos e que seja seguro para todos”, opinou.

Na última segunda-feira (11), o governo britânico determinou a proibição de todos os eventos esportivos até o dia 1º de junho. A data para a volta dos campeonatos, no entanto, ainda segue incerta.

“Até a hora chegar, não é que eu esteja exatamente com medo, embora um pouco reservado sobre isso. Ao mesmo tempo, estou ansioso por esse momento e que tudo corra bem quando voltarmos”, disse Sterling.

Antes da paralisação, Sterling contabilizava 20 gols e 7 assistências em 39 partidas disputadas na temporada.