Tite aumenta renovação no Brasil, mas chama 5 jogadores em má fase

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2019 12h24
EFECoutinho está em má fase no Barcelona

A convocação mais recente da Seleção Brasileira, anunciada nesta quinta-feira (28), pode render elogios e críticas ao técnico Tite. Por um lado, a lista é boa porque aumenta a renovação do time, com muitos atletas que não foram para a Copa do Mundo de 2018. Mas há um ponto negativo: o técnico convocou 5 jogadores que estão em má fase, além de dois que não são titulares absolutos nos clubes.

Tite chamou 23 jogadores e só 11 estavam no Mundial da Rússia, em 2018 (Alisson, Éderson, Danilo, Filipe Luís, Miranda, Marquinhos, Thiago Silva, Casemiro, Philippe Coutinho, Firmino, Gabriel Jesus). Ou seja, mais da metade do elenco só começou a ganhar espaço nos últimos anos. Com exceção do veterano Daniel Alves, que só não foi para Copa porque estava lesionado, os outros jogadores tiveram boas atuações na Seleção após a Copa ou estão recebendo as primeiras chances agora. É uma prova de que Tite busca mudanças, mesmo com o time invicto nos amistosos pós-Copa.

Porém, as convocações de alguns jogadores causam questionamentos. Os 5 que estão em má fase são Miranda, Danilo, Arthur, Coutinho e Gabriel Jesus. Nenhum deles tem sido titular com frequência em seus clubes.

Miranda virou reserva da Inter de Milão nesta temporada, por causa da contratação de Stefan de Vrij. Ele só disputou 14 jogos nesta temporada, sendo que somente 4 foram em 2019.

Arthur teve um ótimo começo de temporada no Barcelona e inclusive virou titular da Seleção Brasileira. Mas recentemente sofreu com lesões e caiu de rendimento. E Coutinho seguiu esse ritmo no mesmo clube. Até teve bons momentos no início, mas perdeu espaço para Dembélé e atualmente é reserva.

A dupla do Manchester City tem um desempenho ainda pior. Danilo só foi titular em 8 jogos do Campeonato Inglês, sem brilhar. Gabriel Jesus até teve bons momentos em janeiro, mas costuma ficar no banco nos principais jogos. Só foi titular 7 vezes no Inglês.

Existem ainda mais 2 jogadores que não são titulares absolutos em seus clubes. O goleiro Weverton tem participado de um revezamento com Fernando Prass e Jailson e não é unanimidade dentro do clube. E Fabinho teve um péssimo começo de temporada, sendo reserva sempre, o que só mudou nos últimos 3 meses.