Uefa extingue regra do gol qualificado de suas competições a partir da próxima temporada

Desta forma, torneio organizados pela entidade, como a Liga dos Campeões e a Liga Europa, não irão mais utilizar o critério do gol feito fora de casa, que beneficia a equipe que marca mais atuando como visitante em caso de empate no placar agregado em decisão de mata-mata

  • Por Jovem Pan
  • 24/06/2021 10h45 - Atualizado em 24/06/2021 10h46
EFE/Kiko HuescaMarcelo durante Real Madrid x Chelsea pela Liga dos Campeões

A Uefa anunciou na manhã desta quinta-feira, 24, que irá retirar de suas competições, como a Liga dos Campeões e a Liga Europa, a regra que prevê o critério do gol qualificado, também conhecida como gol fora de casa, para desempatar uma disputa de mata-mata. Nela, a equipe que marcava mais atuando como visitante era beneficiada em caso de empate no placar agregado. A partir de agora, em caso de igualdade nos dois jogos, a partida irá somente para a prorrogação. A medida passa a valer a partir da próxima temporada, que começa em agosto de 2021.

“A regra dos gols fora de casa será removida de todas as competições de clubes da Uefa a partir da época 2021/22. Os empates em que as duas equipes marcarem o mesmo número de gols nas duas partidas terão agora dois períodos de 15 minutos de prorrogação e, se necessário, pênaltis”, comunicou a entidade que rege o futebol europeu. “As estatísticas desde meados da década de 1970 mostram uma tendência clara de redução contínua na diferença entre o número de vitórias em casa (de 61% -19% para 47% -30 %) e a média de gols marcados por jogo em casa (de 2,02-0,95 a 1,58-1,15) nas competições masculinas. Desde 2009/10, a média de gols por jogo tem se mantido muito estável no Liga dos Campeões feminina, com a média geral de 1,92 para as equipes da casa e 1,6 para as equipes de fora”, completou.