Grêmio diz que recomendou isolamento social a Renato Gaúcho

  • Por Jovem Pan
  • 22/06/2020 17h40 - Atualizado em 22/06/2020 17h40
RAUL PEREIRA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDORenato Gaúcho foi flagrado furando o isolamento no Rio de Janeiro

Renato Gaúcho se envolveu em mais uma polêmica no último fim de semana. Mesmo com as medidas de isolamento social ainda em vigor, o treinador do Grêmio foi flagrado na praia de Ipanema, zona sul da cidade, no domingo.

Em nota, os gaúchos comentaram o ocorrido. “Mesmo não cabendo ao clube responder por atividades de foro privado praticadas por seus profissionais, a instituição reitera que determinou a toros rigor e atenção à observância dos mesmos procedimentos sanitários estabelecidos para cumprimento no Centro de Treinamentos e fora dele”.

Por integrar o grupo de risco – Renato passou por cirurgias recentemente e tem 57 anos -, o clube optou por deixá-lo em isolamento no Rio de Janeiro, onde mora.

O texto ainda afirma que o Grêmio “vem orientando seus colaboradores sobre cuidados necessários para barrar eventual contágio”, e que implementou “rígidos protocolos médicos e sanitários, seguindo todas as determinações das autoridades municipal e governamental, para preservar a integridade física de atletas, integrantes da comissão técnica e funcionários em geral”.

O elenco começou o protocolo de retomada das atividades ainda em maio, quando testou todo o elenco, comissão técnica e funcionários para covid-19. A volta foi permitida pelo relaxamento das regras de isolamento impostas pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB).

Nesta segunda-feira, porém, o governo gaúcho decidiu recuar, e classificar a cidade de Porto Alegre como alto risco pela crescente procura por leitos de UTI. Os treinos ocorreram normalmente, enquanto não há decisão específica sobre o futebol.