Fim de jejum! Na estreia de Mano, Palmeiras bate o Goiás de virada no fim

  • Por Jovem Pan
  • 07/09/2019 23h09
CARLOS COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOO Palmeiras bateu o Goiás por 2 a 1 no Serra Dourada

O Palmeiras, enfim, voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Neste sábado (7), o time paulista bateu o Goiás por 2 a 1, no Serra Dourada, em duelo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro e que marcou a estreia do treinador Mano Menezes. Rafael Vaz abriu o placar com um golaço, mas William e Gustavo Scarpa viraram o jogo no fim.

Com o resultado, o Palmeiras volta a vencer no Brasileirão após sete rodadas. O Verdão foi o último a triunfar após a a parada para a Copa América.

Agora, o Goiás cai para a 14º colocação na tabela, com 21 pontos. Já o Palmeiras vai aos 33, pulando para a terceira posição.

O próximo compromisso do Palmeiras está marcado para terça-feira (10), quando recebe o Fluminense, em partida adiada da 16ª rodada. No sábado (10), o Verdão fecha o primeiro turno contra o Cruzeiro, também no Allianz Parque. Já o Esmeralino volta a campo no domingo, quando visita o Grêmio.

Rafael Vaz abre o placar com um foguete

Agora comandado por Mano Menezes, o Palmeiras iniciou a partida determinado a acabar com o jejum no Brasileirão e se impôs, ficando mais com a posse de bola e colocando bastante intensidade.

Entretanto, na primeira chegada do Goiás, o zero saiu do marcador. E com um golaço! Do meio da rua, o zagueiro Rafael Vaz soltou uma bomba. A bola subiu e tocou no travessão antes de entrar, deixando Jaílson sem reação.

A equipe paulista, em um primeiro momento, sentiu o baque. Pouco depois, no entanto, o Palmeiras retomou o controle do jogo e criou oportunidades reais de gol. Luan, na frente do gol, parou no arqueiro Tadeu, que exerceu linda defesa.

Participativo, Dudu também fez Tadeu trabalhar após entrar na área pela direita e bater firme.

Antes do intervalo, Luiz Adriano chegou até colocar a bola nas redes, mas a jogada foi anulada pelo árbitro, que marcou falta do atacante.

Segundo tempo maluco com choque e virada

A etapa complementar começou com um grande susto. Aos 7 minutos, Tadeu e Zé Rafael bateram cabeça e caíram desacordados. O goleiro do Goiás demorou mais para se recuperar e precisou ser encaminhado para um hospital da região para realizar exames.

Com a bola rolando, o Palmeiras pressionou e criou muitas oportunidades, quase sempre saindo dos pés de Dudu. Inspirado, o camisa 7 deu bastante mobilidade ao setor ofensivo do Verdão. Aos 22, ele fez grande jogada pela direita e cruzou por baixo, mas Vaz colocou par fora.

Nas sequência, foi a vez de Willian completar cruzamento, mas Fábio Sanches tirar sobre a linha e aliviar para o Esmeraldino.

O Palmeiras não desistiu e insistiu muito até empatar. Willian que o diga! O atacante balançou as redes aos 35, mas o árbitro assinalou impedimento após ajuda do VAR. No minuto seguinte, no entanto, não teve jeito.

Scarpa enfiou na frente para Willian, que saiu cara a cara com Marcão e não perdoou. Depois de ser revisto pelo árbitro de vídeo, o gol foi confirmado pelo árbitro, constatando posição legal do camisa 29.

No fim, quando o Palmeiras ainda pressionava em busca da virada, Lucas Lima chegou forte em Michael, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Mesmo com um a menos, os visitantes se seguraram e conseguiram a virada aos 55. Marcos Rocha arremessou a bola na área, Marcos saiu errado e Scarpa aproveitou para marcar.

Dedo do Mano

A partida no Serra Dourada marcou a estreia de Mano Menezes no comando do Palmeiras. Apesar do pouco tempo de trabalho, já foi possível perceber algumas ideias implantas pelo treinador. Para começar, a equipe paulista trocou mais passes, tentando chegar ao gol adversário por baixo.

Já Luiz Felipe Scolari, demitido no início desta semana, priorizava lançamentos para o pivô e jogadas de bola área.

Mano também precisou tomar algumas decisões quanto a formação ideal. Sem Weverton, representando a seleção brasileira, o técnico escolheu Jaílson para a meta. No meio de campo, ele também escalou Ramires, que costuma ficar no banco.

Ficha técnica Goiás 1 x 2 Palmeiras

Goiás

Tadeu (Marcos); Yago Felipe (Daniel Guedes), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Marcelo Hermes; Gilberto, Léo Sena, Alan Ruschel (Jefferson) e Renatinho; Michael e Kayke.

Treinador: Ney Franco

Cartões amarelos: Alan Ruschel, Léo Sena, Gilberto e Renatinho.

Gol: Rafael Vaz

Palmeiras

Jaílson; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Bruno Henrique, Ramires (Lucas Lima) e Gustavo Scarpa; Zé Rafael (Willian), Dudu e Luiz Adriano (Borja).

Treinador: Mano Menezes

Cartão amarelo: Mano Menezes

Cartão vermelho: Lucas Lima

Gols: Willian e Gustavo Scarpa