Walter Torre, dono da empresa que construiu o Allianz Parque, morre aos 64 anos

Palmeiras lamentou a morte do empresário e frisou que ele foi decisivo na viabilização da arena, ‘que se tornou um marco da cidade de São Paulo’

  • Por Jovem Pan
  • 11/12/2020 19h29 - Atualizado em 11/12/2020 19h50
Reprodução/ site WTorreO empresário Walter Torre, dono da WTorre, morreu nesta sexta-feira

Walter Torre Júnior, dono da construtora WTorre, morreu nesta sexta-feira, 11, devido a uma parada cardiorrespiratória. O Palmeiras informou por meio de um comunicado e disse se solidarizar com familiares e amigos. “É com profundo pesar que informamos o falecimento de Walter Torre, o homem que foi decisivo na viabilização da arena que se tornou um marco da cidade de São Paulo, o Allianz Parque. A Família Palmeiras se solidariza aos familiares e amigos neste momento de dor e consternação”, escreveu o clube.

Em nota, a WTorre também se manifestou sobre o falecimento do fundador da empresa. “Foi em 1981 que Walter, então recém formado em engenharia civil, deu início a um sonho ao abrir sua construtora e nunca mais parou. Seu legado profissional é imensurável, tendo entre outras realizações a construção do Complexo JK, WT Morumbi e Allianz Parque, que é uma das melhores arenas multiuso do mundo, a única do Brasil”, ressalta a empresa. Walter era casado com Silvia Torre e tinha três filhos: Paulo, Marina e Giuliana.

Desentendimentos com Paulo Nobre marcaram construção do Allianz Parque

Apesar da boa relação entre a construtora e o clube alviverde, a situação nem sempre foi assim. Antes do estádio ser erguido em 2014, Walter Torre tinha muitos desentendimentos com o então presidente do clube, Paulo Nobre. Os imbróglios giravam em torno de quem era o verdadeiro dono do estádio, o número de cadeiras que teriam dentro da arena, o preço que seria cobrado nos ingressos, entre outras questões. Após a inauguração do estádio, no entanto, as rixas se acalmaram.