Rafinha diz que confronto com Emelec foi chave para êxito do Flamengo em 2019

  • Por Jovem Pan
  • 23/04/2020 08h24
ALEXANDRE DURÃO/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDORafinha é lateral-direito titular do Flamengo

O confronto que assegurou a passagem do Flamengo às quartas de final da Copa Libertadores no ano passado foi o marco para o time faturar os títulos do torneio continental e do Campeonato Brasileiro. A avaliação é do lateral-direito Rafinha, que apontou o duelo como Emelec com o decisivo para o êxito do time.

Derrotado por 2 a 0 no Equador, o Flamengo devolveu o placar no Maracanã e se classificou na disputa dos pênaltis. Depois, passaria por Internacional, Grêmio e River Plate para ser campeão da Libertadores.

“Foram os jogo que deram vida para nós. A partida de volta, no Maracanã, foi determinante, mostrou que a gente tinha condições de colher coisas grandes no final. Mas, claro, a gente precisava trabalhar, formar o time, criar uma identidade. Eu sabia que o Mister tinha essa capacidade, porque os atletas que ele tem sob seu comando são de muita qualidade”, afirmou o lateral-direito à Fla TV, o canal de vídeos no YouTube do clube.

A temporada 2020 foi marcante para Rafinha. Afinal, após 14 anos na Europa, deixou o Bayern de Munique para fazer o seu retorno ao Brasil ao fim da temporada 2018/2019. Ele avaliou que não foi um desafio fácil, mas celebrou o seu êxito.

“Foi um ano especial. Resolvi encarar esse desafio de voltar para o Brasil e jogar aqui. O Braz e o Spindel foram na Alemanha conversar comigo. Foram varias reuniões. Foi muito difícil, depois de 14 anos na Europa. Voltar para o Brasil é complicado, pois já tinha minhas razies na Alemanha, foi uma vida que construí lá. Voltar e em seis meses a gente conseguir conquistar duas taças como o Brasileirão e a Libertadores, continuar jogando bem, foi especial”, disse.

*Com informações do Estadão Conteúdo