Ronaldinho Gaúcho sobre rotina em prisão domiciliar: ‘Setenta longos dias’

  • Por Jovem Pan
  • 09/06/2020 10h33 - Atualizado em 09/06/2020 10h36
EFE/Nathalia AguilarRonaldinho Gaúcho chega em luxuoso hotel no Paraguai para cumprir prisão domiciliar

Ronaldinho Gaúcho está cumprindo prisão domiciliar em um luxuoso hotel em Assunção, no Paraguai, desde abril. Em entrevista ao jornal espanhol “Mundo Deportivo”, nesta terça-feira (9), o ex-craque do Barcelona e da seleção brasileira comentou como está sendo a sua rotina neste período.

“Temos um tratamento excelente, tudo muito bem organizado no hotel. Estamos tranquilos e todos fazem de tudo para que passemos da forma mais amena possível. Estão sendo sessenta longos dias. As pessoas em casa devem imaginar o que deve ser não poder fazer o que está acostumado. Acredito que seja algo que ficará para sempre em todos nós depois de viver uma experiência tão complicada”, falou o brasileiro.

Ronaldinho e Roberto de Assis, seu irmão e empresário, foram detidos com passaportes falsos no início de março. Depois de ficar um mês em um presídio, a dupla conseguiu pagar uma fiança para se transferir ao hotel. Lá, o “Bruxo” conta que realiza exercícios e lê mensagens de apoio dos fãs.

“Fazemos esporte na academia quase todos os dias. Temos um ginásio em que podemos trabalhar e uma sala que no adaptaram. Eu leio e agradeço as mensagens de todo coração. O Barcelona sempre me tratou com muito carinho e amor”, disse Gaúcho.

Na conversa com o periódico catalão, Ronaldinho também falou de seus momentos de glória no Barcelona e afirmou que espera o fim da pandemia de Covid-19 o mais breve possível.

Ronaldinho e Assis não possuem data para deixar o Paraguai. Os irmãos aguardam o fim da investigação ou uma liminar da justiça local.