Santo André acha justo ser proclamado campeão do Paulistão 2020

  • Por Jovem Pan
  • 26/03/2020 12h58
RICHARD CALLIS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOO Santo André venceu o São Paulo no ABC

O Campeonato Paulista está paralisado por conta da pandemia do novo coronavírus e não tem previsão de retorno. Com o futuro indefinido, o gerente de futebol do Santo André, Edgard Montemor, afirmou que acredita ser justo o time do ABC, atual líder na classificação geral, ser proclamado campeão.

Em entrevista ao “Yahoo!”, nesta quinta-feira (25), Edgard explicou que gostaria de voltar a disputar o Estadual, mas que encara o retorno do torneio uma possibilidade cada vez mais remota.

“Lógico que a gente, não só o Santo André, mas todos gostaríamos que o campeonato retornasse, que a gente pudesse decidi-lo dentro de campo, mas a cada dia que passa as notícias vão chegando e a gente vai vendo que isso talvez seja inviável. Caso isso realmente aconteça, eu concordo. Não é pelo fato de hoje ser executivo do Santo André, mas acho que é justo”, comentou o executivo.

“Sobre rebaixados, acredito que não deveriam haver rebaixados em nenhuma divisão. Em relação aos campeões de acesso também, acho que eles deveriam ser espeitados, até porque o Santo André não ficou líder na décima rodada, e sim há um bom tempo da competição”, continuou.

O Santo André está à frente do Palmeiras no Grupo B no número de vitórias – ambos têm 19 pontos. O São Paulo, líder do Grupo C, é o time que mais se aproxima deles, com 18 pontos.

Edgard também revelou que a Federação Paulista de Futebol (FPF) está em contato com os clubes durante o período de pausa, mas que ainda não tem um posicionamento sobre o futuro do torneio.

“A Federação enviou um comunicado aos clubes informando que diariamente tem entrado em contato com CBF, órgãos de saúde e governamentais para ver como ficará a situação, tentando primeiramente a melhor saída para resolver os Estaduais. A Federação ainda não tem uma posição concreta, mas está sempre em contato com os clubes”, disse.

Caso o Paulista volte a ser disputado, o Santo André terá problemas. Isto, porque a maioria de seus jogadores tem contrato somente até o começo de abril.

“Os contratos da grande maioria dos atletas terminam em abril, a partir do dia 07. Após o fim do mês, o Santo André fica sem jogadores. Numa hipótese do campeonato retornar em junho, vejo o Santo André impossibilitado de participar”, encerrou o gerente de futebol.