Marinho faz 2, e Santos vence o Grêmio na Vila Belmiro

O carismático atacante é o atual vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 10 gols

  • Por Jovem Pan
  • 11/10/2020 17h56 - Atualizado em 11/10/2020 18h39
Richard Callis/Estadão ConteúdoMarinho brilhou na vitória do Santos sobre o Grêmio na Vila Belmiro

O Santos confirmou a boa fase e venceu o Grêmio por 2 a 1, neste domingo, 11, na Vila Belmiro, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Marinho, com dois gols de pênalti, um em cada tempo, foi o nome do triunfo alvinegro. Diego Souza balançou as redes para os gaúchos. Com o resultado, o time comandado pelo técnico Cuca, que não perde há 12 jogos, foi aos 24 pontos e subiu à sexta colocação da competição nacional. O Tricolor, por sua vez, segue no 11º posto, com 17 pontos. As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira, 14. Às 19h15 (de Brasília), o Grêmio pega o Botafogo, na Arena. Às 20h30, por sua vez, o Santos recebe o Atlético-GO, na Vila Belmiro.

Santos e Grêmio fizeram um primeiro tempo bastante movimentado na Vila Belmiro. Melhor em campo, o time alvinegro abriu o placar logo aos 19min. Após Paulo Miranda colocar a mão na bola dentro da área, Marinho cobrou pênalti com categoria, de cavadinha, e fez 1 a 0 para o Peixe. O gol acordou os gaúchos, que assustaram com cabeçadas de Thaciano e Diego Souza. Lucas Silva, em chuta de fora da área, obrigou João Paulo a fazer grande defesa, mas foram do Santos as duas melhores oportunidades para balançar as redes novamente antes do intervalo. Aos 34min, Jean Mota acertou a trave em finalização de média distância, e, aos 36min, Diego Pituca quase marcou de letra após jogada de Marinho.

O segundo tempo também foi bom. O Santos chegou a acertar a trave pela segunda vez no jogo, desta vez com Marinho, mas o Grêmio passou a atacar mais do que na metade inicial da partida. Cortez quase empatou ao surgir com liberdade dentro da área e parar em João Paulo, e Diego Souza conseguiu a igualdade minutos depois. Aos 27min, o atacante recebeu belo cruzamento rasteiro na entrada da grande área e, com imensa categoria, chapou no canto esquerdo da meta santista: 1 a 1. O resultado, no entanto, não durou muito tempo. Aos 32min, com a ajuda do VAR, a arbitragem marcou pênalti para o Santos após carrinho de David Braz em Marinho, e o próprio atacante alvinegro converteu, deslocando Vanderlei e dando números finais ao jogo. No último minuto, João Paulo ainda fez defesa espetacular após chute de fora da área de Maicon.