Antony fala de retorno ao São Paulo em clássico contra o Corinthians: ‘Estou preparado’

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2020 09h42
Estadão ConteúdoAntony celebra gol com a camisa do São Paulo

Antony serviu a seleção brasileira sub-23 no Pré Olímpico, na Colômbia, entre janeiro e fevereiro. Após cumprir a sua missão e ajudar o Brasil a conquistar uma vaga para Tóquio 2020, o atacante diz estar preparado para o clássico do São Paulo contra o Corinthians, marcado para o próximo sábado (15), às 19 horas, no Morumbi, em jogo válido pelo Campeonato Paulista.

Em entrevista ao “Globoesporte.com”, a joia do Tricolor projetou o seu retorno e admitiu que o “Majestoso” tem um peso especial.

“Estou treinando e, se Deus quiser, vou para o jogo, sim. Estou preparado para isso, vai ser uma questão do [Fernando] Diniz, mas estou preparado e vou dar o meu melhor”, cravou Antony, que ainda não tem vaga garantida no time titular.

“Todos os jogos são importantes, mas clássico a gente sabe da importância que é maior. A rivalidade, tudo… A gente sabe a importância desse clássico. Estamos focados, trabalhando essa semana para tudo no sábado dar certo”, continuou.

Durante sua participação no Pré-Olímpico, Antony ficou perto de ser negociado com o Ajax, da Holanda. A transferência, por enquanto, não aconteceu e a joia afirma estar focada no São Paulo.

“Primeiramente eu agradeço a Deus, à minha família e ao meu trabalho por esse reconhecimento dos outros. Mas sou um cara muito tranquilo quanto a isso, meu papel mesmo é dentro de campo, as coisas de fora não me afetam muito, não fico muito ligado a isso”, declarou Antony. Penso no hoje. Se é aqui que eu visto essa camisa é aqui que eu vou honrar, então é aqui que estou fazendo meu trabalho, o clube que eu amo muito, então estou sempre focado aqui”, prosseguiu.

Por fim, o atacante também comentou sobre a experiência de dividir vestiário com Daniel Alves. Mais do que colega de time, segundo Antony, o camisa 10 é um amigo que serve como inspiração.

“Para mim é uma honra, um prazer enorme estar dividindo o campo com ele, estar sempre com ele, na resenha, jogando um truco. Ele está muito feliz, um cara que sempre quis. Admiro muito ele dentro e fora de campo, pela pessoa que ele é. Um cara que eu me apego e tento aprender sempre mais”, contou.

O São Paulo é o terceiro colocado do Grupo C, com 8 pontos – um a menos que Mirassol e Inter de Limeira, líderes da chave.