Caso Jean: documento revela denúncia do hotel e versão do goleiro são-paulino

  • Por Jovem Pan
  • 19/12/2019 13h23 - Atualizado em 19/12/2019 13h25
Reprodução/Instagram Jean está detido nos Estados Unidos

O caso envolvendo o goleiro Jean, do São Paulo, ganhou novos desdobramentos na tarde desta quinta-feira (19). Em documento revelado pelo Condado de Orange, na Flórida (EUA), e obtido pela revista “Veja”, é relatado que o hotel Marriot Fairfield, local em que o casal estava hospedado, fez a denúncia à policia americana.

O boletim mostra que seguranças do hotel levaram os policiais ao quarto de Jean e Milena Bemfica, esposa do jogador do Tricolor. Além disso, o documento também informa a versão de Jean, que foi detido por violência doméstica.

“Jean me disse que então Milena o bateu na testa com a prancha de cabelo e depois o mordeu na coxa. Pedi para ele me mostrar o local e pude ver um pequeno ferimento na coxa” relatou o policial. “Pedi então que Jean me explicasse como Milena conseguiu mordê-lo nesta região e ele não soube explicar. Ele então disse que tudo não passou de um mal-entendido”, continuou.

Além disso, o documento informa a versão de Milena, que alega ter recebido oito socos de Jean após uma discussão. Ela, então, afirma ter agido em legítima defesa ao atacar uma chapinha no atleta.

O relatório também esclarece que os policiais conversaram com as filhas do casal, que confirmaram as agressões física de Jean. Hoje, a Justiça dos Estados Unidos irá decidir se o goleiro poderá pagar fiança.

Agressões

Na madrugada da última quarta-feira (18), Milena postou vídeos no Instagram relatando agressões físicas e psicológicas do arqueiro são-paulino. Nas publicações, ela aparece com o rosto machucado e pedindo socorro.

“Eu estou aqui em Orlando (EUA) e olha o que o Jean acabou de fazer comigo. Me ajude! Jean acabou de me bater. Gente, socorro. Mãe, calma que eu estou bem. Mas olha para isso, gente. Jean, goleiro do São Paulo, acabou de me bater. Eu quero Justiça! Olha o que ele está falando aqui na porta. Eu estou trancada no banheiro. Ai meu Deus!”, falou Milena, em uma das postagens.

Na sequência, a mulher do arqueiro são-paulino escreveu que precisava assimilar o que havia acontecido e relatou pressão psicológica por parte do atleta. Em print divulgado por Milena, Jean teria escrito: “Parabéns! Você terminou com a minha carreira. E suas filhas vão passar fome.”

Ao amanhecer, Milena voltou a usar o Instagram para tranquilizar seus seguidores: “Meus amores, como tem muita gente preocupada comigo e estou sem celular em outro lugar, já passou. Estou com as meninas e está tudo bem”, disse.