Diego Aguirre é o novo técnico do São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2018 13h07 - Atualizado em 11/03/2018 14h00
Divulgação/InternacionalDiego Aguirre é defensor do rodízio entre atletas e levou o Peñarol ao vice da Libertadores 2011

O mistério do futuro técnico do São Paulo chegou ao fim. Neste domingo (11), o Tricolor confirmou o acerto com Diego Aguirre por meio de seu site oficial. O uruguaio está sem clube desde setembro de 2017 e vinha sendo cotado para assumir a seleção de seu país, por conta da provável saída de Oscar Tabárez, após a Copa do Mundo.

O novo treinador, que chega para assumir o lugar de Dorival Junior, demitido na sexta-feira, assina contrato até o fim desta temporada e deve acompanhar o duelo diante do Red Bull Brasil, no Morumbi. A apresentação está marcada para a próxima segunda-feira (12), às 15h30, no CT da Barra Funda.

A negociação foi comandada pelo trio formado por Raí, executivo de futebol; Ricardo Rocha, coordenador e Diego Lugano, superintendente de relações institucionais. “Aguirre é um técnico atualizado, com grandes trabalhos e referências importantes para o que queremos no futebol do São Paulo. Confiamos que ele tem o perfil e a metodologia de trabalho que se encaixam com o clube”, destacou Raí em declaração ao site do São Paulo.

Junto com o técnico chegam também os auxiliares Juan Verzeri e Raul Enrique Carreras, além do preparador físico Fernando Pignatares. Já André Jardine, que comanda a equipe diante do Red Bull Brasil, deve seguir como auxiliar fixo.

Ex-atacante, Aguirre já vestiu a camisa do clube quando jogador no início dos anos 90. Inclusive, atuou ao lado de Raí e Ricardo Rocha.

Adepto do chamado “rodízio”, Diego Aguirre ganhou projeção ao levar o Peñarol à final da Libertadores 2011, vencida pelo Santos. Na sequência, comandou Al-Rayan e Al-Gharafa (QUA), Internacional, Atlético-MG e San Lorenzo.