Fluminense vence São Paulo no Morumbi e sai da zona de rebaixamento

  • Por Jovem Pan
  • 07/11/2019 21h28
FLAVIO CORVELLO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Fluminense visitou o São Paulo e venceu por 2 a 0, na noite desta quinta-feira (7), no estádio do Morumbi, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, e saiu da zona de rebaixamento.

São Paulo e Fluminense fizeram um início de primeiro tempo muito fraco no Morumbi. Até os 30 minutos, nenhuma das duas equipes conseguiu chegar com perigo ao gol adversário e faziam um jogo de muita disputa e falta de inspiração.

O primeiro gol do jogo saiu aos 36 minutos, em um lance de bola alçada na área. Daniel bateu falta e cruzou na área, o zagueiro Digão ganhou da zaga do São Paulo e marcou para o Fluminense. Três minutos depois, o Flu aumentou o placar. Caio Henrique deu um linda enfiada de bola para Marcos Paulo. O atacante entrou na área e deu um toquinho por baixo de Volpi para fazer o segundo.

O São Paulo teve 12 finalizações no primeiro tempo, contra três do Fluminense. Porém, no marcador, os cariocas marcavam 2 a 0.

O jogo caiu muito de ritmo no segundo tempo, mas a falta de criatividade de ambas as partes se mantinha. Até a metade da segunda parte da partida, o São Paulo só finalizou três vezes, sem muito perigo ao gol de Muriel. Time de Fernando Diniz segue com dificuldades de criar jogadas no ataque.

Com o 2 a 0 no placar, a torcida do São Paulo encerrou a partida com cantos criticando o elenco. “Vergonha, vergonha, vergonha, time sem vergonha” e “Oooohhh muito respeito com a camisa Tricolor, F…”.

O São Paulo volta a campo no próximo domingo (10), às 16h, no Morumbi, contra o Athletico Paranaense. Já o Flu visita o Internacional, no mesmo dia e horário.

Ficha técnica São Paulo x Fluminense

São Paulo

Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei (Alexandre Pato), Tchê Tchê, Liziero (Hernanes); Antony, Vitor Bueno (Juanfran) e Pablo

Técnico: Fernando Diniz

Cartão amarelo: Daniel Alves

Fluminense

Muriel; Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Yuri Lima, Allan, Daniel e Ganso (Nenê); Marcos Paulo (Evanilson) e Yony González (Pablo Dyego)

Técnico: Marcão

Cartão amarelo: